quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Vamos lá ganhar isto!

Podia acusar o calvinista que veio da Holanda, para arbitrar no Dragão, de ter impedido o FC do Porto de vencer hoje a Roma por ter tomado decisões que, objectivamente,  prejudicaram o meu clube. 
Não o vou fazer, porque não é totalmente verdade.Embora o holandês tenha actuado de forma a demonstrar que não é só o holandês dos caracolitos que odeia portugueses, a culpa do empate foi dos azuis e brancos que entraram mal no jogo, nervosos, a errar passes e lentos na recuperação de bolas. Foram dominados durante 25 minutos e  ainda fizeram um autogolo que colocou os italianos em vantagem e com o apuramento para  fase de grupos na mão.
A reacção azul e branca começou no último quarto de hora e o resultado podia ser diferente ao intervalo, se o calvinista que estava plantado na linha de fundo tivesse visto uma mão de um italiano na área, que toda a gente viu, menos ele, porque devia estar a ver no smartphone se o cheque já tinha sido depositado na sua conta.
A segunda parte foi portista, com um golo de grande penalidade ( o calvinista que estava na outra linha de fundo via melhor do que o camarada do lado oposto), um outro golo anulado, depois de vários minutos de consulta entre o calvinista chefe e os seus apóstolos e algumas oportunidades perdidas.
O FC do Porto perde à cabeça 15 milhões,  as contratações para a nova época tornam-se mais complicadas, mas vai jogar a Liga Europa onde com este plantel tem boas hipóteses de passar a fase de grupos.
Estou a ser irónico, mas é para desalinhar desde já daqueles que irão dizer que a Liga Europa é para ganhar. Não é. O Dragão perdeu grandes jogadores nas últimas épocas, gastou imenso dinheiro com aquisições de jogadores que se revelaram mercenários e hoje em dia não tem equipa. Vai demorar alguns anos a reconstruir um trabalho que deu frutos, mas se desfez em poucos meses, quando Pinto da Costa acreditou ter encontrado o seu sucessor e foi na conversa de contratar o inexperiente Paulo Fonseca, primeiro, e depois o basco Lopetegui que, não sendo mau treinador, não tem a mística necessária a uma equipa como a do FC do Porto. Terá estaleca para a selecção espanhola? Não falta muito tempo para sabermos a resposta.
A Liga dos Campeões esta época já era. O importante, agora, é construir uma equipa que devolva ao FC do Porto os seus tempos de glória. Vamos lá ver se isso é possível, sem uma limpeza drástica no balneário directivo, onde os candidatos a sucessores de Pinto da Costa se acotovelam e pontapeiam, perante a passividade do presidente dos dragões, incapaz de puxar do cartão vermelho e expulsar as ervas daninhas que estão a destruir o clube. 


3 comentários:

  1. Tá a ver? Tá a ver?
    É exactamente por isso
    que eu não misturo o lixo
    com coisas interessantes
    importantes
    que a vida continua a ter

    ResponderEliminar
  2. Great article. I read this article properly. This is one of the best posts. Thanks sharing this article
    tshirthell,Redbubble coupon code,spreadshirt review,threadless uk,Teepublic,Teefury review,80stees

    ResponderEliminar
  3. "sem uma limpeza drástica no balneário directivo, onde os candidatos a sucessores de Pinto da Costa se acotovelam e pontapeiam, perante a passividade do presidente dos dragões, incapaz de puxar do cartão vermelho e expulsar as ervas daninhas que estão a destruir o clube."
    Já começa a fazer-se tarde para fazer algo que já devia ter sido feito há muito tempo, Carlos.
    O clube está a ser destruído por dentro e não se vê reacção que ponha cobro a esse crime.
    Oxalá esteja enganado mas estou a antever outra época miserável.

    ResponderEliminar