quarta-feira, 31 de agosto de 2016

O milagre Celta

Além de outros custos nao mencionados, o milagre celta custou aos irlandeses  muitos milhares de milhões de euros, montante que o governo irlandês prescindiu de cobrar a Apple em impostos.
Nao me espanta que o governo dos pafiosos admirasse tanto a Irlanda. Afinal a sua receita era a mesma:roubar aos cidadãos para entregar as empresas. 
Uma vez que o governo irlandês vai recorrer da multa de 13 mil milhoes de euros aplicada a Apple pela UE, suspeito que alguma vantagem terá retirado da "isenção" concedida ao gigante americano.
Por cá a ideia de isentar empresas de impostos, ou aplicar-lhes taxas ridículas não se terá concretizado, certamente com muita pena de Passos Coelho, tão habituados a esquecer-se das suas obrigações com o Estado, que consideraria certamente normal obrigar os portugueses a pagar os impostos das empresas.
De qualquer modo e bom nao esquecer o emprego oferecido a Marilu logo que deixou o governo, ou os 11 empregos de Portas e lembrar que nao ha almoços grátis...

3 comentários:

  1. Mistérios da alta finança
    e corrupção à portuguesa...
    Bj ~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  2. De certeza que não há almoços grátis, mas, lamentavelmente, quem os paga não é quem se senta à mesa.

    ResponderEliminar
  3. O governo irlandês tornou o país num paraíso fiscal. Teve a sorte de falar a língua dos agora donos disto tudo. Cá já pouco havia para vender, só casinhas de construtores civis, mas ainda se desfizeram de muita coisa ao preço da uva mijona e ainda fartámo-nos de pagar para os ricos que não sabiam administrar bancos, coitados. Nós continuaremos a pagar e eles a viverem em colchões de dinheiro.

    ResponderEliminar