terça-feira, 21 de junho de 2016

As vacas e a publicofobia

Ontem um professor de  uma  escola pública pediu   aos alunos para escreverem uma redacção sobre a vaca. Esta manhã, o  Zequinha  foi o primeiro a ser chamado a ler o que tinha escrito.
"Nos últimos tempos aprendi muitas coisas sobre as vacas.
Eu já sabia que as vacas francesas também riem como a hiena mas, como nunca fui a França, nunca as vi rir. Só sei isso porque ouvi o meu avô um dia dizer ao meu pai que uma vaca francesa lhe tinha roubado 5000 francos numa noite em Paris e  devia estar-se a rir por ele ser tão parvo.
A vaca de que o meu avô fala deve ser aquela que tem uma fotografia nuns queijos, mas não tenho a certeza. A conversa do meu avô é que nunca me saiu da cabeça.
Eu pensava que as vacas eram muito infelizes porque todos os dias alguém lhes espremia as mamas para nos darem o leite, mas fiquei a saber há uns meses, por um senhor que era presidente da República, que pelo menos as vacas dos Açores  são  felizes. Não sei se a D.Helena Matos é açoreana, mas sei que ela também  gosta que lhe apalpem as mamas, porque li isso na Internet e por isso deve ser muito feliz.
Há umas semanas vi o senhor primeiro ministro mostrar aos portugueses uma vaca que voa. Eu não a vi voar, mas a verdade é que a vaca tinha asas e se este  senhor primeiro ministro diz que ela voa, é porque é verdade, porque o aldrabão já se foi embora.
Portanto, em menos de um ano, aprendi que as vacas são felizes quando lhes apalpam as mamas e que também podem voar. Pensei que já tinha aprendido tudo mas, no sábado, fiquei a saber que as vacas também falam. Ouvi uma vaca dizer, durante um almoço, que não ia à manifestação em defesa da escola pública porque estava lá a FENPROF.
Eu não sei o que é a FENPROF, nem a razão de aquela vaca ter tanto medo dela, a ponto de a impedir de ir a uma manif em defesa da escola pública,  mas também não me  preocupei em saber, porque fiquei demasiado espantado quando vi que as vacas falavam e não gostam da escola pública.  Devem sofrer de publicofobia.
No sábado também percebi que há vacas muito mentirosas que não sabem fazer contas e devem ver muito mal, mas isso é outra história onde não me quero meter, porque se disser mal daquelas vacas corro o risco de ser acusado de bêbado. Gostava era de saber qual é a doença das vacas mentirosas. Tenho uma ideia, mas não tenho a certeza, por isso o melhor é terminar por aqui".



10 comentários:

  1. HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    ...impagável...

    :)

    ResponderEliminar
  2. Quando ouço falar em vacas associo logo ao xexé que esteve em Belém. E parece que não sou a única, embora aqui haja também outras associações... :)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  3. Não aprecio o termo vaca destinado a mulheres. Em primeiro lugar porque as vacas são animais dóceis e pacatos, pouco tugem ou mugem e ainda nos dão leite que serve a subprodutos como queijos e outros amanteigados. E têm olhos ternos que muita gente toma por burrice, mas não é. Ora, meus amigos, chamar a mulheres de quem não se gosta ou se acham cheias de não presta, "vacas", ofende o animal. E a mim. Se, pelo contrário, chamam vacas por conta do mau carácter, então mais vale chamar os bois pelos nomes.
    A composição do garoto está com algum interesse. Sim senhor. Parabéns a ele.
    Mas o garoto e o ministro que se cuidem. As vacas não voam. Asas postiças não valem senão nos aviões. é melhor pensarem na marcha. Andar. *Pôr um pé em frente do outro, dar balanço às pernas e mover o pé de trás para a frente*. Repetir tantas vezes quantas as necessárias.

    Outra coisa: Em política ninguém é sempre sincero. E a sinceridade nem sempre é a verdade. Confuso? é por isso que as crianças não entram.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo em absoluto com o teu comentário, bea.

      Eliminar
    2. Quando uma jornalista chama bêbados aos que criticaram uma peça que uma colega escreveu num jornal, cheia de falsidades ( inclusivamente "testemunhou" a presença de figuras públicas que lá não estiveram) sujeita-se. Sorry!

      Eliminar
  4. E ainda dizem que já passou aquela doença das vacas loucas!?
    Dúvidas? Perguntem ao Zequinha.

    ResponderEliminar
  5. Muito mais interessante que as redacções sobre a vaca, no tempo da 2outra Senhora"
    Abraço

    ResponderEliminar
  6. ~~~
    E forte, mas merecem...
    ~~~Bj~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  7. Como desconheço o episódio, saio de fininho....

    ResponderEliminar