domingo, 1 de maio de 2016

Dia da Mãe

No meu tempo o Dia da Mãe  comemorava-se no dia 8 de Dezembro. Parecia-me uma data adequada, mas a sociedade de consumo não esteve pelos ajustes e o Dia da Mãe passou a assinalar-se no 1º domingo de Maio. 
A minha mãe recusou obedecer à moda e aos apelos do consumismo e decretou que o Dia da Mãe para ela seria sempre o dia 8 de Dezembro. E assim foi, até ela falecer ano passado.
Este ano, se fosse viva, ao constatar que o Dia da Mãe coincidia com o Dia do Trabalhador talvez tivesse uma das suas reacções mal humoradas.
Já agora, gostaria que alguém me explicasse a razão de o Dia da Mãe ser móvel e o Dia do Pai se assinalar em data certa. ( Dia 19 de Março, dia de S.José).

7 comentários:

  1. Alguém saberá responder, eu não.
    Também sou do tempo em que o dia da mãe se celebrava a 8 de Dezembro.
    E já sou do tempo em que se transformou a data numa coisa sem justificação. Ainda se fosse num dia certo, como o do pai ...

    ResponderEliminar
  2. Não sei, nem imagino a resposta!
    Recordo-me bem do dia da mãe ser a 8 de Dezembro, embora eu fosse muito pequenina, mas marcou-me bastante, porque via as outras crianças e mães a festejarem e eu não tinha mãe porque ela tinha me abandonado e eu não percebia, ainda hoje não percebo.

    Beijinho Carlos

    ResponderEliminar
  3. Hoje até concordo!
    Dia da Mãe coincidir com o dia da trabalhadora :)))
    Os filhos dão muito trabalho :))))
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Também nunca entendi esta mudança e, tal como para a senhora sua mãe, o dia da mãe foi sempre o 8 de Dezembro!

    ResponderEliminar
  5. O dia do pai tem esta explicação:
    "O Dia do Pai em Portugal é comemorado no dia 19 de março. Celebra-se no dia de São José, santo popular da igreja católica (marido de Maria, mãe de Jesus Cristo).

    A celebração da data varia de país para país. Além de Portugal, também celebram o Dia do Pai no dia 19 de março países como a Espanha, a Itália, Andorra, Bolívia, Honduras e Liechstenstein."

    Já o dia da mãe:

    "O Dia da Mãe é uma data comemorativa que em Portugal se celebra no primeiro domingo do mês de maio.

    Em Portugal, o Dia da Mãe chegou a ser celebrado a 8 de dezembro, mas passou a ser celebrado no 1º domingo de maio, em homenagem à Virgem Maria, mãe de Cristo, que se celebra durante o mês de maio.

    A data é uma homenagem a todas as mães e serve para reforçar e demonstrar o amor dos filhos pelas suas mães.

    No Dia da Mãe, os filhos costumam oferecer presentes às suas mães e preparam surpresas para estas, de forma a mostrarem o quanto gostam delas e para agradecer todo o empenho e dedicação destas.

    Origem do Dia da Mãe

    Grécia Antiga e Roma

    Remonta às comemorações primaveris da Grécia Antiga, em honra de Rhea, mulher de Cronos e Mãe dos Deuses. Em Roma, as festas do Dia da Mãe eram dedicadas a Cybele, a Mãe dos Deuses romanos, e as cerimónias em sua homenagem começaram por volta de 250 anos antes do nascimento de Cristo.

    Século XVII - Inglaterra

    Celebrava-se no 4º Domingo de Quaresma um dia chamado “Domingo da Mãe”, que homenageava todas as mães inglesas.

    Estados Unidos

    Em 1904, quando Anna Jarvis, perdeu a sua mãe ficou muito triste. As suas amigas decidiram organizar uma festa em memória à sua mãe e Anna quis que a festa fosse festejada para todas as mães, vivas ou mortas. Em 1914, a data foi oficializada pelo presidente Woodrow Wilson e passou e ser celebrada no primeiro domingo de Maio."

    Parece que o dia da mãe deixou de se comemorar a 8 de dezembro pois é dia da Srª da Conceição e as mães da atualidade não se lhe podem igualar.

    Beijinhos


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se ler o meu comentário anterior verá que o 8 de Dezembro tem muito mais a ver com a nossa História. A mudança só se deve à nossa subserviência aos ingleses e americanos, já que a nossa religião dominante é a católica. Por outro lado hoje já é possível ser mãe e continuar virgem...Se o do pai continua fixo então é porque acham que os pais podem continuar a ser cornos como são José. Ou se acredita em dogmas, ou não. mas mesmo antes de ser considerado um dogma já era festejado Há séculos na nossa historia.

      http://www.snpcultura.org/imaculada_conceicao_e_historia_portugal.html

      Na Wikipédia:
      "Nossa Senhora da Conceição versus Imaculada Conceição de Maria[editar | editar código-fonte]

      O dia 8 de dezembro é marcado por duas celebrações cristãs de significados distintos (quase antagónicos), que se confundem devido à semelhança das suas designações.

      A evocação popular, tradicional, celebra a Nossa Senhora da Conceição (ou Concepção), isto é, celebra o arquétipo da Maternidade. Conhecem-se desde o século VII, nomeadamente na Península Ibérica, festas com esta evocação; até há poucos anos era nesta data, e não no primeiro domingo de Maio, que se celebrava o Dia da Mãe.

      O conceito teológico oficial é o do dogma da Imaculada Conceição de Maria, definido pelo papa Pio IX em 1854, e nada tem a ver com o conceito popular: afirma que Maria, mãe de Jesus, foi imune de toda a mancha do pecado original, desde o primeiro momento da sua concepção. Esta ideia começou a surgir no século XII, tendo causado intensa polémica e sido rejeitada por importantes teólogos, incluindo São Bernardo e São Tomás de Aquino, e condenada pelo papa Bento XIV em 1677, até ter sido aceite como dogma em 1854.[9]

      A instituição da ordem militar de Nossa Senhora da Conceição por dom João VI de Portugal, que alegadamente sintetizaria um culto que em Portugal existiu muito antes de ser dogma, pelo menos na sua designação remete para o conceito popular, não para o conceito teológico afirmado pelo dogma. De igual forma, as freguesias portuguesas anteriormente listadas adoptaram a designação "Nossa Senhora da Conceição" ou "Conceição", mas não "Imaculada Conceição".

      Em 8 de dezembro de 1904, em Lisboa solenemente lançou-se a primeira pedra para um monumento comemorativo do cinquentenário da definição do dogma. Ao ato, a que assistiram as pessoas reais, patriarca e autoridades, estiveram também representadas muitas irmandades de Nossa Senhora da Conceição, de Lisboa e do país, sendo a mais antiga a da atual freguesia dos Anjos, que foi instituída em 1589.

      Em Portugal e no Brasil, é tradição montar a árvore de Natal e enfeitar a casa no dia 8 de dezembro, dia de N.Sra. da Conceição[10] ."

      Eliminar