quinta-feira, 19 de maio de 2016

Como reduzir o desemprego

Há já muito tempo que defendo a redução do horário de trabalho, como forma de combater o desemprego. Reconheço, porém, que o facto de ter ficado demonstrada essa minha tese, não invalida a minha convicção de que tal medida em Portugal não teria os mesmos efeitos que teve na Suécia
E nem vale a pena estar aqui a explicar porquê, pois não?

2 comentários:

  1. Um alerta destes não deve ser feito, meu caro.
    Há o risco de despoletar nos Nogueiras e nas Avoilas do nosso (des)contentamento, uma ira nunca dantes vista.

    ResponderEliminar
  2. na FP havia muita gente que trabalhava por turnos de seis horas, em determinadas áreas. mas quanto tempo se pouparia neste país se houvesse coragem para implementar horários por turnos. Diminuía-se a poluição, trabalhava mais gente, servia-se melhor as pessoas, podia-se planear melhor as nossas vidas, mas todos só pensam no "nine to five". o diabo que carregue os burocratas e as mentalidades desta gente.

    ResponderEliminar