segunda-feira, 18 de abril de 2016

O português que os pariu





Não vale a pena  estar aqui a falar sobre o circo de Brasília. O que se passou ontem foi demasiado triste para ser verdade. O importante é lembrar como começou toda esta treta do impeachment: porque Dilma foi acusada de ter mandado o Tesouro atrasar as transferências  de dinheiro para os bancos.
Foi a reboque desse pretexto ( que se fosse seguido  em países democráticos  levaria ao impeachment na maioria dos países europeus) que se seguiu todo este processo caricato, que irá promover um corrupto ao Palácio do Planalto, com o apoio daquilo que a sociedade brasileira tem de pior. Mas, como é hábito no Brasil - e em Portugal também, já agora- se corrupto for de direita, ou mesmo fascista, não tem problema. Se for de esquerda, mesmo que não haja provas de que é corrupto, condena-se o tipo na praça pública, escarnece-se da democracia e coloca-se no poder quem satisfaça os interesses dos DDT
O sangue brasileiro que me corre nas veias está em ebulição. Hoje é um dia triste para a democracia e para toda a América do Sul, demasiado sofrida com os governos corruptos de direita que martirizam os povos. Uma coisa, porém, me alegra. Pelo menos no Brasil, o povo soube reconhecer quem o tirou da fossa. A classe mérdia é que não tolera que faxineira deixe de ser pobre. Nem em telenovela, quanto mais na vida real!
Esperemos que aquilo  não dê para o torto senão, em breve, sentiremos duas graves  consequências em Portugal:
- Apesar das dívidas da Cofina ao Estado,  o Correio da Manhã safa-se graças à imigração de brasileiros, porque terá de fazer  um caderno extra para anúncios de cariz sexual;
- As seitas religiosas multiplicar-se-ão, porque os seus líderes já sabem que o negócio em Portugal é muito rentável.


6 comentários:

  1. Vai desculpar-me a minha falta de sentido de humor, mas não gostei nada da piada. Acaso não tenha reparado, está a sugerir que os brasileiros que entre nós trabalham se dedicam sobretudo à prostituição. Português no Brasil é burro, brasileira em Portugal é meretriz (para não usar outro termo). Não queira emparelhar com o distinto Deputado Federal que recentemente abrilhantou com a sua presença aquele encontro lastimável que teve lugar em Lisboa e que disse dos seus críticos que se lhes deveria dar uma banana. O Brasil de antanho dos negreiros e dos fachos está bem vivo, mas não temos que lhe seguir as pisadas. Um pouco de correção política às vezes não faz mal a ninguém...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente foi essa a fama que elas ganharam em Portugal, e muitas o proveito. E até de roubarem em casa onde estiveram a trabalhar. Tenho exemplos desses. Bons não tenho nenhuns. Até conheço uma que se fez amante do patrão a até juntou o filho menor numa discussão "evoluída" entre o pai, o amante ela e a criança para que ela dissesse com quem preferiria ficar a viver. Só que o amante marimbou-se e o pai, que veio para cá como professor porque tinha e tem uma tinha muito bem relacionada, que lhe tratou de todos os currículos e restante papelada, teve de aceitar ser enfeitado e foram os três felizes e contentes para a província para onde ele foi transferido. Entretanto já nasceram mais dois rebentos para viverem à nossa custa e posso garantir-lhe que a sujeita não tem mesmo nenhum nível. Fico-me por aqui porque uma que veio trabalhar para minha casa dormia com a filha e o namorado dela na mesma cama e ao fim de três dias eu já estava a emprestar-lhe dinheiro para pagar a renda da casa que tinha em atraso e como não tinha casa de banho era aqui que o tomava e vi-me grega par me ver livre dela. Se quiser mais casos deixe o seu e-mail.

      Eliminar
  2. Os ladróes e criminosos não têm mesmo nenhuma vergomha. Segundo ouvi o Domingos Andrade-director-executivo do JN- dizer, dos 38 deptados que votaram a favor do relatório que concordava com o afastamento de Dilma, 8 deles têm processos no Supremo Tribunal de justiça Brasileiro, acusados em processos de corrupção e fraude fiscal; 25 têm outro tipo de processos e um deles já esteve detido 40 dias por fraude fiscal. Tudo isto pode ser visto noa página do Estadão do dia 12.04.2016. Michel Temer é outro FdP que sendo do MD.. não se demitiu, para vir a ser presidente, porque ele sabe que se fosse a votos nunca seria presidente. o Lula ganhar-lhe-ia sempre. Além disso, como afirmou, Dilma não é acusada em processo nenhum. Apena a podem acusar de ter atrasado pagamentos aos bancos e de ter feito despesas urgentes em obras sociais, devido à crise e para beneficiar o país, a nível internacional, evitando apresentar um saldo orçamental, menos favorável.

    ResponderEliminar
  3. Interessante, tenho esse livro. Foi-me oferecido por um bloguer:).
    Não tenho costelas brasileiras que os meus avós eram todos de sequeiro e claustrofóbicos, não queriam nada com mar ou porões de navio.Também não acho que o povo brasileiro tenha esse bom carácter que se apregoa. Mas tem gente de muito valor, gente boa que de certeza entende o que está a acontecer. E tem decerto muito brasileiro enganado com o rumo. É triste.

    ResponderEliminar
  4. O FMI não gosta de ser tangueado. Ponto
    (nem daquelas amiguices com os BRIC´s)

    ResponderEliminar
  5. Não vou entrar em apreciações, carlos.
    Como não entrei no meu blogue.
    Não se está a cumprir o legalmente previsto??
    Goste-se ou não é isso que está a acontecer.
    E, quer na vertente política, quer na criminal, tem que ser assim.
    Já há barulho que chegue.

    ResponderEliminar