sábado, 2 de abril de 2016

Meu Brasil brasileiro

Não queria  voltar a escrever aqui sobre o que se está a passar no Brasil, mas o que aconteceu no último domingo foi demasiado grave para ser ignorado. Já temo desde o início desta palhaçada, mas temo agora ainda mais, que  esteja aberto o caminho para uma golpada militar, porque a breve prazo o país estará ingovernável.
Não auguro nada de bom e as minhas críticas nada têm a ver com gostar ou não do Brasil, ou dos brasileiros. É apenas a constatação daquilo que sempre disse sobre um país onde estão as minhas origens: o Brasil é demasiado grande para não ser levado a sério, mas demasiado pequeno quando olhamos para a sua classe política.
O tecido social também não ajuda. Aquela parte da classe média onde se  alberga tanto vigarista e sem vergonha que se lança na política para subir na vida, é a mesma que não tolera a ascensão dos mais pobres, porque é à custa deles que mantém alguns dos seus privilégios.
Finalmente- há que reconhecê-lo- existem dois Brasis. Aparentemente inconciliáveis, que têm permanecido unidos artificialmente. Até quando?

Sem comentários:

Enviar um comentário