sexta-feira, 15 de abril de 2016

A não perder!






Hoje, às 21 horas na RTP e às 23 na RTP 3, o tema é Caridade Enganosa.
Já escrevi muito sobre este tema.Desde os falsos pobres ao enriquecimento de empresas( nomeadamente supermercados) à custa da solidariedade das pessoas.
Mais uma razão para eu  ver o Sexta às 9, um dos melhores programas de informação da nossa televisão. E, quiçá,  também veja o Sexta às 11.

9 comentários:

  1. Pois ...Carlos

    Como eu chamo o "Negócio da Fome"
    Sabia que agora numa freguesia há senhas de racionamemto ???

    ResponderEliminar
  2. Sem comentários. já não tenho idade, nem saúde, para me meter em barulhos. Fiquei chocada de ouvir uma raposa (neste caso do sexo forte) a falar do galinheiro. Quantos às Contas, revisões e publicações tanta mentira. Oficialmente está-se tudo maribando, já que estão isentos de tantos impostos, só quando há uma denúncia é que alguém poderá ir ver. mas eles tem sempre bons advogados. e normalmente a denúncia só vem quando se zangam as comadres...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. bea, no seguimento dos postais anteriores podiam pensar que a raposa era do sexo feminino. no caso em apreço é um senhor que nem devia praticar sexo. Não me puxem mais pela língua. Biépi

      Eliminar
    2. anphy!!!!
      julgava-a mortíssima. Não sei se está de boa saúde, mas continua com o mesmo afiado linguajar.
      Se não é a mesma Anfitrite que conheci em tempos peço desculpa, é que tem uma homónima em tudo igual:)

      Eliminar
    3. Não devia ter tido dúvidas porque não há outra como eu, mas eu sei que é distraída. Sempre que leio ou ouço o seu amigo filósofo lembro-me de si.
      Eu já tinha tentado meter-me consigo, mas não me deu resposta. Possivelmente não leu o comentário. Fiquei contente de a ver aqui. Continua a escrever bem, como sempre.
      Eu vou-me arrastando e esta semana vou saber uns resultados que podem ser sabe-se lá o quê. Mas a minha língua continua viperina. Ainda há pouco li este pensamento que gostei muito e parece que nada mudou desde "O Estrangeiro" a não ser para pior: "the only way to deal with an unfree world is to became so absolutely free that your very existence is an act of rebellion." -Albert camus.

      Biápi, como corrigiu o FdL porque é mais british.

      Eliminar
    4. Anphy, o Zé Viriato não é meu amigo, nem sabe que existo, mas gosto dele qb. Bigada por se lembrar de je quando o ouve. Não li, Anphy, às vezes esqueço-me.Mas vou estar mais atenta.
      biépi

      Eliminar
  3. ~~~
    E não só...
    Esta crise tem contribuído para enormes achincalhamentos sobre
    trabalhadores em estado de precariedade.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nesta caridade só quem tem classe são os dirigentes, que são considerados de elevado estatuto e têm liberdade para usar e abusar. Os que trabalham, de facto, dão cabo dos ossos e são explorados ao máximo. Antigamente tinham o estatuto da FP, mas foi a trilogia que comanda as hostes que lhes tirou todas as regalias.
      Como o melícia, este e outros são tudo boa gente. mas não são os voluntários que distribuem o que lhes entregam, que sabem o que se passa. http://economico.sapo.pt/noticias/pj-faz-buscas-em-obra-de-padre-lino-maia_217298.html

      Eliminar