segunda-feira, 7 de março de 2016

Onde é que eu já ouvi isto?

"Mais vale ter trabalho precário do que desemprego". Quem o afirma é o presidente da CIP , António Saraiva, mas esta tese não é nada inovadora. No tempo do Estado Novo também se pensava assim e os Pafiosos eram, igualmente, grandes apreciadores dessa máxima, que conduziu milhares de trabalhadores a um regime de escravidão encapotado, autorizado pela dupla Passos/Portas.

4 comentários:

  1. De facto assim é, Carlos. Mas o povinho não se ralou nada e... voltou a votar neles. Ah ganda povo!!!!

    ResponderEliminar
  2. António Saraiva, ex-trabalhador da Lisnave e ex-sindicalista da UGT, faz jus à escola de que remonta tal besta. Há uns anos atrás ele não era menos contido.

    Terá assim dito:

    "nalguns sectores de actividade expostos à concorrência internacional, deveriam produzir-se alguns cortes salariais"


    ResponderEliminar