sexta-feira, 25 de março de 2016

Eles não se enxergam!

Os putos laranja, licenciados em universidades de Verão, não contestaram a licenciatura de Relvas, apesar de estar provada a vigarice dos créditos e equivalências. Mas como vergonha é algo desconhecido naquela agremiação,  os putos da JSD queriam que a Universidade de Coimbra retirasse o título "honoris causa" a Lula.
O fundamento dos jotinhas é um mimo:
" ...é apanágio desta nossa casa [UC] a transmissão da verdade, das boas práticas administrativas, da competência, transparência, defesa dos interesses públicos e não instrumentalização do magistério público em benefício pessoal".
Olha-se para Passos, Relvas  ou Marilú, lê-se isto e a única reacção possível é uma gargalhada.

6 comentários:

  1. Fazemos parte deste Mundo maravilhoso de Deus!Feliz Páscoa!!! Que venham dias melhores e que nossas vidas sejam abençoadas!...

    ResponderEliminar
  2. O mundo está cheio de gente que não vê a trave própria, mas vê nos outros o argueiro:)). É um mal do mundo. Que cresceu exponencialmente com as redes sociais cujas também servem para dar livre curso à malvadez e raivinhas pessoais, à piedade falsa que vai de arrasto e diz o que não sente e até é incapaz de sentir, a visões sectorizadas e sectárias. Enfim, à má índole.
    Gosto do Lula mesmo e apesar do que se descobriu. Destacou-se pelo que fez no Brasil e a favor dos mais desfavorecidos; sob o seu mando o país deu um salto qualitativo relevante e tomou medidas de relevo para combater a pobreza. Isto é inegável. Portanto, continua a manter o direito ao título. Mas, doravante, há uma mancha que o acompanha. E não interessa Relvas ou Passos. Interessa ele. Nestes sectores cada caso é só ele. Os exemplos de outros nada interessam (salvo para ilustrar as duas medidas utilizadas)

    Quem é a Marilú?

    ResponderEliminar
  3. ahahahahahaahahahahahah !!!

    Cara bea a "Marilú" é a Maria Luís Albuquerque , também conhecida por "Miss Swaps"

    Boa Páscoa

    ResponderEliminar
  4. Ser 'jota' não é para qualquer um.
    É fundamental possuir-se uma dose considerável de estupidez.
    Feliz Páscoa, caro Carlos.

    ResponderEliminar