sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Tantas vezes vai o cântaro à fonte...

Ao fim de dois dias de negociações, Cameron vem cantar vitória e dizer que conseguiu tudo o que queria, para permanecer na UE.
E Portugal, Grécia, Hungria, Roménia, ou Bulgária  não receberam nada em troca? Hmmm.... então devem ser parvos!
Creio que só depois da reunião que Cameron terá amanhã com o governo britânico saberemos toda a verdade sobre o acordo mas,  se Cameron não estiver a fazer bluff, então é altura de anunciar que a UE acabou, mas os lideres europeus ainda não perceberam.
Bem, na realidade, a UE já acabou muito antes das ameaças de Cameron. Andam é todos a fingir que não sabem. E assim continuarão até à próxima ameaça de crise no seio da União, que vem já ali ao virar da esquina.

9 comentários:

  1. Neste momento vivemos uma Desunião Europeia, em que todas as portas se vão fechar, criando mais muros, embora ainda vá levar um tempo porque os interesses económicos dos grandes ainda têm muita força. Uma nova era de desgraça se aproxima. Grandes mudanças se aproximam...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma desunião que culminara numa guerra ou na aceitação por parte dos mais fracos, de se transformarem em colónias dos ricos.

      Eliminar
  2. ~~~
    Será que a ilha dos lordes obteve estatuto especial?

    Estaremos em presença de uma Europa de países de duas categorias - uma de países patrões e patronos, outra de países lacaios e
    pedintes?

    ~ Pois, parece que os ''gentlemen'' farsistas deram-se bem...
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  3. Cameron defende o país e o interesse do povo.

    ResponderEliminar
  4. E Grã- Bretanha sempre teve enorme cepticismo face à UE, Carlos.
    Começou logo por não ter sido membro fundador.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não entrou mais cedo porque a França não deixou. Talvez por isso tenham ficado enraivecidos.

      Eliminar