quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Milagres do Cavaquistão

No tempo em que os animais falavam, perdão, governavam, perdão outra vez, o melhor é começar de novo.
Escrevia então eu, que no tempo em que a direita governava, Assunção Cristas  rezava a pedir chuva,
Maria Cavaco convencia o marido que Nossa Senhora tinha feito o milagre de enganar a troika e, para abreviar os exemplos, Calvão e Silva ia a Albufeira avisar os comerciantes que Deus às vezes se zanga.
Pensava eu que este  era um governo de um PS laico, apoiado por partidos laicos, mas afinal enganei-me. O senhor ministro da cultura foi à capital do Cavaquistão e invocou a ajuda divina para conceder o milagre pedido pelo presidente da câmara de Viseu que, por acaso, até foi secretário de estado do anterior governo e, eventualmente, deveria estar em melhores condições  para pedir a ajuda divina.
A laicidade já não é o que era e, um dia destes, ainda vamos ouvir o Jerónimo dizer "Graças a Deus"( a direita foi à vida) e a Catarina " Que Deus nos proteja"( dos mafarricos da direita).

4 comentários:

  1. Pois !!!

    E com o Marcelo como PR ainda havemos de ter campeonatos de motas em Belém.

    ResponderEliminar
  2. João Soares é homem para 'dar baile' a Almeida Henriques.

    ResponderEliminar
  3. Quando toca à pedincha, lá vai a laicidade para o galheiro... :)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  4. O que João Soares quis dizer: "ó filho, vai esperando que só Deus te valerá" [É sabido que J.Soares é um crente...]

    ResponderEliminar