segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Burlas e burlões

Pedro Passos Coelho, primeiro ministro português, burlou 10 milhões de pessoas em 2011 e está em vias de  renovar o seu mandato, com o apoio de alguns milhões de tugas.