segunda-feira, 8 de junho de 2015

Legislativas gourmet

Neste momento há  22 partidos concorrentes às legislativas. Se os candidatos fizerem como os candidatos a pm em Inglaterra, vamos ter uma vasta gama de cozinhas para apreciar e/ou criticar. 
Quanto aos gostos  gastronómicos, quase aposto que muitos deles vão eleger as  francesinhas quando estiverem no Porto, as alheiras quando estiverem em Mirandela e assim por diante. Os eleitores conquistam-se pelo estômago e pelo bairrismo  
 A minha principal curiosidade, porém, é  saber se algum  deles gosta deste prato.

Quer ganhar dinheiro fácil? Eu explico-lhe como

Já há muito se suspeita que as apostas em jogos de futebol são viciadas. A maioria das vezes não passa de suspeita infundada. Comopor cá  já aconteceu em jogos do FC do Porto e agora em relação ao Benfica- Penafiel da última Liga. 
São notícias que geram muita discussão estéril, mas boas receitas para a imprensa desportiva.Pelas suspeitas infames que lançam sobre a verdade desportiva.
A Federbet, organismo que pretensamente vigia e regula as apostas on line, revelou esta semana no Parlamento Europeu que suspeita haver cinco milhões de euros de apostas viciadas em cada jornada do futebol português. As reacções são inflamadas porque, quando se trata de futebol, qualquer suspeita levantada é uma ofensa ao Olimpo onde o futebol é rei. 
Há no entanto outro tipo de problemas mais comezinhos e relevantes com os jogos de apostas e  de fortuna e azar on line, recentemente legalizados pelo governo. Penso que é boa altura para prestar um pouco de atenção ao que se vai passando lá por fora, para  ficarmos a saber o que espera os apostadores portugueses.
O caso passou-se com uma estudante de enfermagem. Apostou 70€  em como Federer venceria  Tomas Berdych, ganhando um dos sets por 6-3. A aposta certeira ter-lhe-ia garantido um prémio de 1400€. Só que a casa de apostas William Hill se recusa a pagar o prémio, alegando ter cometido um erro na atribuição dos odds para esse jogo.
Assim é fácil ganhar dinheiro, não é? Basta criar uma casa de apostas, em vez de apostar.

Perguntar por perguntar...

Pode algum membro do grupo que assaltou o pote dizer-me quantos emigrantes  já aderiram ao estimulante programa VEM?