sexta-feira, 5 de junho de 2015

Passos Coelho é um excelente profissional.

Um grande empresário marca audiência com Passos Coelho, na residência oficial do Primeiro-Ministro.
 Enquanto aguarda, encontra  Paulo Portas que o recebe, para sua surpresa, com um abraço efusivo.
 Quando é recebido pelo Primeiro-Ministro sente a falta da carteira e resolve abordar o assunto com Passos:
- Não sei como lhe hei-de dizer, Senhor Primeiro-Ministro, mas a minha carteira acabou de desaparecer quando estava ali fora!Tenho a certeza de que estava com ela ao entrar na sala de espera, pois tive o cuidado de a guardar bem, após apresentar o BI ao segurança.Não quero fazer nenhuma insinuação mas a única pessoa com quem estive foi o Dr. Paulo  Portas, aqui na sala ao lado.
 O Primeiro-Ministro retira-se do gabinete. Pouco tempo depois regressa com a carteira na mão. Reconhecendo-a, o empresário comenta:
- Espero não ter causado nenhum problema pessoal entre o Senhor Primeiro-Ministro e o Dr. Paulo Portas.
Ao que Passos Coelho  responde:
- Não se preocupe. Ele nem percebeu!...

Fonte: a do costume, obviamente.

Tenham um excelente fim de semana. Se possível, com muito humor.

Preocupação em Belém: Cavaco Silva perdeu o apetite!


O PR recebeu hoje a princesa Vitória da Suécia mas, ao contrário do que acontecera com Letizia, Cavaco não comeu a mão de Vitória. 
A falta de apetite de Cavaco - que  não aparece em fotos oficiais com Vitória- está a preocupar seriamente a Casa Civil. Fernando Lima chamou de imediato o médico que prescreveu um receituário baseado na medicina tradicional:
Chamem o Oliveira e Costa ou o Dias Loureiro imediatamente a Belém. Digam-lhes para trazerem umas acções do BPN ( ou mesmo do BES) e as oferecerem ao senhor presidente. Se ele as rejeitar, aconselho que chamem o Duarte Lima para o tentar convencer durante o fim de semana. Se não resultar, na segunda-feira  recorro a uma terapia de choque. Chamo o Passos Coelho e garanto-vos que ele vai mesmo comer o que o primeiro ministro lhe puser à frente.

Jorge Jesus dá primeira entrevista depois de deixar o Benfica


Será falta de imaginação?

Não me vou pronunciar sobre o programa eleitoral da coligação, pelas mesmas razões que já invoquei em relação ao PS. No entanto, há uma dúvida que me assalta. Por que razão precisa a coligação de fazer um pré programa se nunca irá cumprir o que prometer no programa?
Será que andam com dificuldade em encontrar mentiras novas?