quinta-feira, 30 de abril de 2015

A maluquinha das listas



"Viola vários artigos da Constituição e também outras leis, promove a estigmatização e a exclusão social, ameaça os valores de segurança, ordem e tranquilidade públicas" - diz a Comissão Nacional de Protecção de Dados a propósito da lista de pedófilos que a ministra Paula Teixeira da Cruz quer criar.
Joana Marques Vidal, PGR, quer que seja dada aos pedófilos a possibilidade de requererem, perante um tribunal, que o seu nome seja retirado da lista.
Indiferente a todas as críticas, a ministra que tirou o curso de empurrão na Universidade Livre foi à AR defender as virtudes da lista, ancorada em estudos inexistentes, ou cujos resultados são bastante diversos dos invocados pela loiraça.  
A maioria, em cujas bancadas se senta gente do quilate deste energúmeno, ou com a têmpera destes bandalhos homofóbicos, abanou as orelhas e disse amen.

A democracia e a pirâmide invertida (2)



Numa democracia que funcione normalmente,  o governo  presta contas ao país e à oposição.
Neste sistema político de merda criado pela coligação com a passividade dos tugas, é um partido do governo que pede explicações ao maior partido da oposição.
Já vi porcos a andar de Vespa, nunca tinha visto era réus a pedir explicações aos juízes.
Vi hoje na AR.

Baltimore: o lado B


Toya Graham's esbofeteou em público o filho de 16 anos, porque estava a protestar nas ruas de Baltimore.  
O video já é um sucesso nas redes sociais e até a polícia aplaudiu.
Porreiro, pá, mas se a mulher tivesse esbofeteado o filho por este lhe faltar ao respeito e um vizinho a denunciasse à polícia, estaria agora em maus lençóis, acusada de maus tratos a menores. 

O arrependido