sábado, 21 de março de 2015

Esta mulher não engana

A entrevista   a Marine Le Pen  hoje publicada na revista do Expresso  pode arrepiar muita gente, mas temos de reconhecer que é corajosa. Quando  assume que quer restaurar a pena de morte, fechar as fonteiras a imigrantes e sair do euro, Marine Le Pen diz claramente ao que vem. Quem votar nela, sabe claramente o caminho que escolhe.
Tomara eu que em Portugal os políticos fossem tão sinceros e frontais.  Provavelmente Passos Coelho nunca teria chegado a primeiro ministro e saberíamos claramente em quem votar nas legislativas do Outono.

Banha da Cobra

Porque hoje é Dia Mundial da Poesia

Havia um fiscal no paraíso.
Não se sabe o que determinou que fosse um anjo.
Apenas quem.
Havia um fiscal no paraíso.
Não se sabe quem nomeou a serpente rasteira
e lhe deu o uso do fruto que foi pomo da discórdia.
Havia um fiscal no paraíso.
Não se sabe por que raio uma árvore do pomar
se tornou agente secreto e duplo.
Havia um fiscal no paraíso.
Não se sabe quanto valia o seu capital de sedução
somente que era isco da sua própria armadilha.
Havia um fiscal no paraíso.
Não se sabe a quem pertencia a sua imagem
e de costela em caroço nem ele em si se revia.
O paraíso fora
desde a primeira hora
povoado de fiscais.
Se dos demais não reza a história
é de crer que foram despedidos
sem justa causa.
Porém o anjo obstinado
não larga a porta
que dá para esse vazio
legal
digamos.

( Regina Guimarães in Voo Rasante, Mariposa Azul 2015)

2+2

Obama culpou Bush ( e outros não mencionados) pelo crescimento do Estado Islâmico. Basta somar 2 e 2 para perceber que Barroso está incluído no pacote, já que foi ele que serviu de grumete ao trio de bacanos que avalizou a invasão do Iraque.