terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Que grande chatice!

Bolsa grega fechou o dia de hoje a subir mais de 11%. 
O Passos de Botas Coelho  ainda tem um chilique

A Isabel Jonet que se cuide

Com idiotas como Manuel Lemos, ainda perde protagonismo e lugar no pódio do concurso " Não há pobreza nem fome em Portugal, o que há é gente envergonhada ou quer comer bife todos os dias ".
Em Portugal só passa fome quem quer- diz o alarve

Entalada

A recusa de Merkel em encontrar-se com Tsipras é um bom sinal para a Europa. Entalada, a chancelerina recolhe às trincheiras e fica à espera dos desenvolvimentos, para tomar uma posição.
Não acredito que Merkel e o sacana do paraplégico  tentem o golpe do escorpião, O mais provável é que tenham rebobinado a História e lembrado que foi há 70 anos que a Alemanha perdeu uma guerra que parecia ganha, pelo que é melhor não haver precipitações e alinhar na onda europeia de críticas à austerida. A História às vezes repete-se e uma terceira derrota da Alemanha  não é desjada por Merkel, pois  seria o fim destes Monopoly Games.
O mundo inteiro ficaria a ganhar se Merkel recuasse no  intuito de conquistar a Europa  pela via financeira. Como Obama, ainda que de forma velada, deixou entender há dias, quando defendeu o fim da austeridade bacoca imposta por uma velha gorda e um  paraplégico nazi.

O Cavaco do Meco

João Gouveia faltou ontem ao debate instrutório do caso Meco.Como os meninos da escola primária, apanhados a fazer uma asneira, mandou o pai. 
Aos jornalistas, garantiu que o filho não foi para não enfrentar os pais das vítimas, porque estava farto de ser insultado.
O silêncio do dux  João Gouveia não é muito diferente do de Cavaco no caso BES. O PR também diz que não tem nada a dizer sobre as reuniões com Ricardo Salgado, porque as audiências presidenciais são sigilosas. 
O erro de ambos é pensarem que estão acima de qualquer suspeita e não têm obrigação de falar. João Gouveia é acusado de ser co-responsável pela morte de sete colegas da Universidade Lusófona. Acredito na sua verdade mas, se não tem qualquer responsabilidade, o seu silêncio é incompreensível. 
Cavaco é acusado pela opinião pública de ter enganado centenas de portugueses que acreditaram nas suas declarações sobre a segurança do BES. Escuda-se na mentira, dizendo que nunca falou sobre o BES. Mais valia ter-se remetido ao silêncio como João Gouveia. Os portugueses continuariam a criticá-lo mas- apesar de saberem que Cavaco jurou falso quando jurou cumprir a Constituição-  não tinham argumentos para lhe chamar aldrabão no caso do BES. Continuariam a pensar, simplesmente, que  Cavaco é um acto falhado.

São sempre os mesmos..

Os tipos que rejeitam uma conferência europeia sobre a dívida são os mesmos que exultaram com a Primavera Árabe, que iria trazer a democracia a países oprimidos por ditaduras.