quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

A moção de rejeição e o efeito boomerang

Os PAF's vão apresentar uma moção de rejeição, alegando que o governo e António Costa é ilegítimo, porque foi a coligação que ganhou as eleições. No fundo, porém, é a raiva e o mau perder que leva a direita a apresentar esta moção. 
Só que a raiva não é boa conselheira e por isso os PAF estão a meter uma argolada que a esquerda agradece. 
Com efeito, uma vez que a moção irá ser rejeitada pela maioria que sustenta o governo, torna-se evidente que essa maioria tem toda a legitimiade para governar. 

7 comentários:

  1. Onde estão as cabecinhas pensadoras que servem os 'pafistas'?

    ResponderEliminar
  2. Estive a ouvir a discussaõ do Programa de Governo , mas não há pachorra que aguente a birra CDS/PSD!!

    Amigo, tudo de bom para ti

    ResponderEliminar
  3. As birras da direita começam a enojar. A falta de decoro é evidente. Se na direita não há melhor do que isto, mal, muito mal está a direita. E o povo.

    ResponderEliminar
  4. As birras da direita começam a enojar. A falta de decoro é evidente. Se na direita não há melhor do que isto, mal, muito mal está a direita. E o povo.

    ResponderEliminar
  5. Começo a não ter paciência para os ouvir , mas , é melhor eu ver a ter que ouvir depois contar como foi. Acontece , que o grande palerma do ex , ladeado por um Luís Montenegro Esteves ( Montenegro da mãe é mais fino ) , e outro idiota , quando o actual ministro das Finanças falou , eles riam , riam , até teve de limpar as lágrimas...fico perplexa, por todas as razões. Não terão vergonha ? Onde está o porte e o sentido de dignidade desta gente ?
    M.A.A.

    ResponderEliminar
  6. uns ressabiados da treta!! Andam raivosos - até rangem os dentes!!

    ResponderEliminar
  7. A moção só teve o condão de acirrar mais os ânimos e de unir mais os partidos que suportam o Governo.
    Tiro no pé!

    ResponderEliminar