sábado, 14 de novembro de 2015

Sem palavras


11 comentários:

  1. Um minuto de silêncio em memória das vítimas.

    ResponderEliminar
  2. Que todas as vítimas do hediondo grupo auto designado Estado Islâmico , começando pelos próprios muçulmanos, estejam em paz !

    Que os responsáveis da tragédia que assola a região e agora chegou a Paris sofram as consequências terríveis dos seus actos criminosos!

    Que a Humanidade tenha Luz !

    Abraço muito triste, meu amigo

    ResponderEliminar
  3. Minha compaixão e orações pelo povo francês

    ResponderEliminar
  4. Fomos nós que os criámos e ainda vamos pagar muito e muito caro. Eu também adoro Paris, mas eles também foram um dos principais responsáveis pela Primavera árabe para não falar na guerra do Iraque e de outros antecedentes. Ninguém chorou o abate do avião russo, mas ainda há muito para chorar muito mais e em muitas línguas. As cruzadas também provocaram muitas lágrimas. Informe-mo-nos um pouco mais, na medida do possível.

    ResponderEliminar
  5. Os principais responsáveis por tudo isto estão agora a preparar um ataque contra o estado islâmico.
    Quer dizer, primeiro fomentam a coisa, fornecem armamento e treino militar, depois incomodam-se e solidarizam-se com quem sofre as consequências. E vão mais longe ao prometerem aniquilar o que antes ajudaram a construir.
    Que mundo estranho!

    ResponderEliminar
  6. Assustador o momento que estamos a viver!!

    Entretanto, a homenagem pela música parece-me belo!! Bisous.

    ResponderEliminar
  7. Não são precisas palavras, Carlos.
    Se fossem, lá teríamos que citar Marlon Brando (Kurtz) - The Horror, the Horror!! :(

    ResponderEliminar
  8. Bom dia Carlos, boas melhoras e boa semana. Por razoes familiares e particulares tenho sempre Paris e esta barbaridade foi mesmo barbaridade absoluta. O velho continente europeu achou-se sempre dono ali da África mediterrânica e do médio Oriente, a Síria entre outros pertenceu à França.....e houve descolonizações terríveis, mas nada justifica este terrorismo.
    Celene

    ResponderEliminar
  9. Bom dia Carlos, boas melhoras e boa semana. Por razoes familiares e particulares tenho sempre Paris e esta barbaridade foi mesmo barbaridade absoluta. O velho continente europeu achou-se sempre dono ali da África mediterrânica e do médio Oriente, a Síria entre outros pertenceu à França.....e houve descolonizações terríveis, mas nada justifica este terrorismo.
    Celene

    ResponderEliminar