domingo, 28 de junho de 2015

Se quer saber como isto vai acabar...

Veja este vídeo.
Na Argentina de Menem, o pais foi vendido a interesses privados, por "imposição" do então ministro das finanças, Caballo.
Anos mais tarde a Argentina era obrigada a recorrer ao FMI, depois de uma crise que ficou conhecida  como Corralito.
Foi o caminho de Menem que o governo português escolheu.Esperemos que as consequências não sejam idênticas.

3 comentários:

  1. Carlosamigo

    A irresponsabilidade deste (des)Governo tem de ter um fim; senão vamos todos a caballo...

    Abç

    ResponderEliminar
  2. Por cá, falando de privatizações
    não sei quem a começou
    e quem as fechou

    Na Argentina, contudo, o quadro
    é (foi) muito mais claro

    ResponderEliminar
  3. Já tinha visto este vídeo. De facto as coisas na Argentina correram muito mal, no entanto detectei no video uma diferença grande entre a Argentina e Portugal. Enquanto as «Aerolineas Argentinas» davam lucro, a TAP quase sempre deu prejuízo.

    ResponderEliminar