terça-feira, 23 de junho de 2015

Não digam que eu não tinha avisado (8)

Apesar das mentiras de membros do governo que diariamente lemos, ouvimos e vemos na comunicação social, como se de verdades se tratassem;
Apesar de Passos Coelho estar a tentar transformar as suas afirmações e decisões polémicas em mitos urbanos;
Apesar de o governo martelar os números da estatística, revertendo-os a seu favor, sem que a esmagadora maioria dos órgãos de comunicação social questione o martelanço, alguns membros do governo vão dizendo algumas verdades, aproveitando a confusão informativa.
Depois de Maria Luís Albuquerque ter anunciado o corte nas pensões ( apesar dos cofres cheios) hoje foi a vez de Paulo Macedo admitir um aumento de impostos, para fazer face aos custos do SNS.
Na verdade, esta estratégia parece adequada. Enquanto uns mentem, garantindo que o país está melhor e o pior já passou, outros vão dizendo as verdades e anunciam o que podem esperar os portugueses se a coligação voltara a ser governo.
Eles sabem que os tugas  gostam de ouvir boas notícias e  tendem a esquecer as más. Talvez isso explique os resultados da última sondagem.

3 comentários:

  1. Pois, é mais do mesmo: com a verdade me enganas! Temo é que os tugas tenham uma relação com os partidos políticos semelhante à que têm com os clubes de futebol: façam eles as asneiras que fizerem, não mudam o voto, para manter uma dita "coerência". Mesmo que a volta à direita que todos os partidos deram nos últimos anos seja algo de inegável... :P

    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Não acredito nem um bocadinho nessa sondagem. Cheira-me a esturro...

    ResponderEliminar
  3. Martelam as notícias , as sondagens são marteladas e hoje como é S. João e eu não quero ser martelada , por aqui me fico.
    M.A.A.

    ResponderEliminar