domingo, 14 de junho de 2015

Festas de Lisboa



Em tempo de crise como a que Portugal atravessa, a sardinha é um luxo gastronómico ao alcance de apenas uma pequena franja dos cidadãos lisboetas. Sendo as Festas de Lisboa, festas populares, o logótipo deveria reflectir a realidade da cidade e do país, não sugerindo o consumo de um peixe que,não tarda nada, estará ao preço da lagosta.
Se a UE não os tivesse proibido, tornando-os um pitéu pouco popular,  apenas ao alcance de quem os consegue comprar na candonga, ou pode ir comê-los a Espanha, onde  abundam, sugeria que o jaquinzinho passasse a ser o símbolo das Festas de Lisboa.
Afastada essa possibilidade, ocorreu-me que os caracóis poderiam desempenhar o papel de embaixadores das Festas de Lisboa. São económicos e também proporcionam bons cartazes. Só que esbarrei com a petição de um grupo de patuscos que pretende proibir o consumo de caracóis, pelo que não querendo colocar em dificuldades o presidente da câmara, abandonei essa hipótese.
Pensei, pensei, pensei e acabei por me lembrar de um animal fácil de encontrar, simpático e barato: a minhoca. 
Não façam esse esgar de nojo, please! A minhoca é uma espécie de caracol sem casca, logo muito mais fácil de comer. E proporciona  excelentes espetadas, asseguro-vos. Ou então grelhadas com bacon. 
Experimentem e depois digam lá se a minhoca não é uma boa sugestão para cartaz das Festas de Lisboa do próximo ano...


6 comentários:

  1. Festejo os santos populares

    à mesa das sardinhas
    antes que acabem

    os santos

    ResponderEliminar
  2. Melhor escolha seria a lesma. Esta sim é que é um caracol sem casca.

    ResponderEliminar
  3. Melhor escolha seria a lesma. Esta sim é que é um caracol sem casca.

    ResponderEliminar
  4. Coitadas das sardinhas! O mês de Junho é o do seu holocausto.

    ResponderEliminar
  5. O que eu gosto dessa quotas de pesca da UE, Carlos!!
    Selectivas, como convém.
    O que nós estamos a perder em não aproveitar bem o nosso mar!!!

    ResponderEliminar
  6. Zé T.:

    (e coitados os cidadãos! que de chamuscados estão a passar a torrados por este/s desgovernantes !)

    Com tanto consumo de Recursos ... está na altura de nos virarmos para verdadeiras ALTERNATIVAS :
    gafanhotos, moscas e outros insectos ... que têm vindo a proliferar nesta m....

    ResponderEliminar