segunda-feira, 18 de maio de 2015

Só por curiosidade...

Já parabenizei - sem por em causa o mérito da vitória- os benfiquistas pelo bi campeonato , que não venciam há 31 anos. 
Depois, quando comecei a ouvir alguns comentadores dizerem que se tinha iniciado um novo ciclo, lembrei-me que em 2002, depois de o FCP ter estado três anos sem vencer nenhum campeonato, se dizia o mesmo. Acontece, porém, que desde esse ano o FC Porto foi campeão 9 vezes ( em 13 possíveis), ganhou uma Liga dos Campeões, duas Ligas da Europa e uma Taça Intercontinental. 
 Em 2002 iniciou-se mesmo um novo ciclo!
Depois fui ver quantos campeonatos foram ganhos pelo FC do Porto nos 31 anos em que o SL Benfica esteve sem comemorar o bi campeonato. Foram 20!
Taças de Portugal foram 11 ( contra 7 do SL Benfica) e Supertaças 17 ( contra 2). Pelo meio, o FC do Porto  ainda ganhou mais  uma Taça dos Campeões Europeus (ao Bayern), uma Taça Intercontinental ( Peñarol) e uma Supertaça europeia (Ajax).
Talvez a notícia da morte do FC do Porto seja um bocado exagerada...
E agora vamos ao que interessa: o país está melhor depois de o Benfica ter ganho o campeonato?

11 comentários:

  1. A crer nas comemorações, para os benfiquistas, o pais está muito melhor.

    ResponderEliminar
  2. A crer nas comemorações, para os benfiquistas, o pais está muito melhor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não se pode comemorar, caro Francisco Clamote, sem dar a ideia de que o país não está melhor?
      Francamente ... não havia necessidade.

      Eliminar
  3. Tal como na altura em que o FCPorto venceu os campeonatos não, não está.

    ResponderEliminar
  4. Não, não está!!!

    Como a Alemanha não está melhor depois do Bayer München ter ganho o campeonato.

    VIVA O FCP

    ResponderEliminar
  5. Claro que a morte seja de quem for é um exagero, mas nessas contas todas há um pequeno problema que os portistas bem tentam escamotear para tentar evitar que se fale num novo ciclo ou em perda de hegemonia.

    É que há seis anos que o Porto, mesmo quando ganha, deixou de o fazer de modo tão claro como o fez quase sempre entre 1989 e 2009.

    Desde 2009, dois dos três campeonatos vencidos pelo FCP deveram-se tanto a alguma felicidade própria merecida como à incompetência de outros na gestão da pressão. Entre 1990 e 2009, mesmo que tenham perdido três anos seguidos, nos outros todos tinham já o campeonato resolvido muitas jornadas antes do fim, deixando o segundo classificado a longes pontos.

    Os sistemas costumam estabilizar em ciclos de Dez, faltam pois quatro anos para fixar uma tendência, mas andar seis anos seguidos sem que se possa dizer o que se disse da qualidade das vitórias da equipa há-de querer dizer qualquer coisa. Pode não se ter criado nenhuma hegemonia nova, e não criou, mas a que havia parece ter ido ao ar.

    Para voltar a tê-la, não basta ao FCP ganhar campeonatos, tem de os voltar a conseguir ganhar com a facilidade com que antes os ganhou.

    ResponderEliminar
  6. ...a alienação para ser eficaz precisa de ser praticada por gente capaz, pois só assim produz efeito. Mesmo que à custa de muito dinheiro. A imprensa, bem oleada, trata do resto...
    Soube hoje que o Público dedica ao tema um tonelada de páginas, para além de himalaias de jornais que não falam de outra coisa... o País não está melhor, também, devido a isso!

    ResponderEliminar
  7. Temos muito por onde pegar, então aqui vai:

    Obrigado pelo parabéns, o que mostra o seu desportivismo.

    «Depois, quando comecei a ouvir alguns comentadores dizerem que se tinha iniciado um novo ciclo, lembrei-me que em 2002, depois de o FCP ter estado três anos sem vencer nenhum campeonato, se dizia o mesmo».

    Não sei se leu o Ricardo Araújo Pereira no Record, mas vou cita-lo: «É preciso mais do que um bicampeonato». Humorista defende que a hegemonia do futebol português ainda não pertence ao Benfica»

    Ou seja, a hegemonia do futebol português continua a ser do FCP. O SLB para a quebrar teria que ganhar quase todos os campeonatos nos próximos 15 anos e o FCP poucos ou nenhum. O que é difícil de acontecer, mas não impossível.
    No mínimo a hegemonia do FCP foi interrompida, mas ainda não foi quebrada, o que não quer dizer que a partir de agora não se possa iniciar um ciclo vitorioso e dominador do SLB. E há condições para isso, o SLB tem já uma estrutura muito sólida, um Presidente competente e o melhor treinador em Portugal, que é provavelmente o melhor desde o tempo do Trapatoni (2004/2005) e que provavelmente irá continuar.

    O SLB da época de 2009/10 para cá, foi quase sempre o grande dominador a nível interno, isto se exceptuarmos a época estratosférica de Villas-Boas em 2010/11. É certo que perdeu dois campeonatos para o FCP de Vitor Pereira, mas sabemos como os perdeu. No 1.º chegou a ter 5 pontos de avanço do FCP e tudo só ficou decidido perto do fim. E o 2.º foi o do famigerado golo do Kelvin ao minutos 92.º. Ou seja, o FCP dessa época para cá passou a ter uma concorrência muito mais séria e forte por parte do SLB e os frutos começam a aparecer.
    O FCP quanto a mim tem ainda algumas vantagens que perdeu nos últimos anos. O mito de qualquer treinador que fosse para o FCP arriscava-se a ser campeão, caiu completamente por terra. Por outro lado, começa a ser evidente que Pinto da Costa (tem 77anos) já entrou numa fase de declínio inexorável, começa a prejudicar mais o FCP do que a ajuda-lo e isto foi particularmente evidente nestas duas últimas épocas. Por último o FCP não vai ter um plantel tão forte como o que teve esta época.

    «Talvez a notícia da morte do FC do Porto seja um bocado exagerada...»

    Talvez, mas se eu fosse portista no mínmo estaria preocupado, não só pelo que escrevi, como também por aquilo que foi escrito acima por um anónimo e que subscrevo.

    «E agora vamos ao que interessa: o país está melhor depois de o Benfica ter ganho o campeonato?»

    Para mim está, ando mais feliz...estava a brincar. Claro que não está, mas também não é a missão do SLB melhorar ou salvar o país.

    ResponderEliminar
  8. Como não tenho dotes divinatórios (se tivesse adivinhava os números do Euromilhões) vou esperar para ver.
    Gosto de factos - depois de um tri do Porto veio um bi do Benfica.
    O resto é "supônhamos".

    ResponderEliminar