sábado, 23 de maio de 2015

A falta de seriedade do "Expresso"

Na quinta feira (21 de maio) , ao final do dia, o Expresso publicava uma sondagem em que revelava que 54% dos portugueses não acreditavam nas promessas do programa apresentado pelo PS.
Na altura, intrigou-me o facto de a sondagem ter sido publicada 24 horas depois de o PS ter apresentado o seu programa e duvidei mesmo da sua seriedade. Fui procurar a ficha técnica e não a encontrei.
Ontem, via Câmara Corporativa, fiquei a saber que Augusto Santos Silva descobriu o mistério. Foi mais bem sucedido do que eu e encontrou a ficha técnica. A sondagem foi realizada entre 7 e 12 de Maio, ou seja, quase duas semanas antes de o PS apresentar o seu programa. 
Comentários para quê?

9 comentários:

  1. Esta pseudo informação de massas é um espanto!! Completamente ajoelhada perante a "maioria" e depois vem o palhaço do Carlos Magno armado em carapau de corrida defender o indefensável!

    ResponderEliminar
  2. Além de que o patrão do Expresso sabemos muito bem quem é...

    ResponderEliminar
  3. Se até o dito jornalismo de referência entra nestas jogadas sujas...

    Amigo, bom serão

    ResponderEliminar
  4. Carlosamigo

    Basta de baterem nos jornalistas! E. mais, sem dó nem piedade. O Expresso não revelou (aliás como lhe compete) as fontes em bebeu a sondagem. Julgo saber que a principal foi a pitonisa de Delfos... :-)

    Abç do Pernoca Marota

    ResponderEliminar
  5. O 'Expresso' também é comandado à distância pela voz laranja.
    Quero ver se Marcelo Rebelo de Sousa fala nisso hoje no seu espaço TVI. Ele que é sempre tão célere a tomar o jornal, esse, como referência.

    ResponderEliminar
  6. Morgado De Bastodomingo, 24 maio, 2015

    À bastante tempo,que deixei de sujar os dedinhos das minhas lindas mãozinhas,ao Sábado de manhã,com a montanha de papel que, nos últimos tempos, se transformou numa MERDA!,É muito mais educativo, trocar umas impressões com os funcionários do Pingo Doce(Depº"Bolos e Café)no "Braga Parque",que todos os Sábados,me servem uma nata e um café alto em chávena escaldada,com a simpatia e a elegância que só as pessoas que ganham a vida honestamente sabem ter.

    Entretanto,a surripiadora das finanças,que foi professora do mentiroso mor,(professora??)continua a considerar a hipótese de ROUBAR mais não se sabe quanto nas pensões de reforma em pagamento!(...)

    Grande Abraço.

    ResponderEliminar
  7. Baixem as audiências dos programas televisivos que nada nos transmitem, fiquem os jornais que não nos respeitam nas bancadas. Quando tal acontecer, outro galo cantará.

    Há muito que alerto para o poder que temos nas nossas mãos, ao sermos consumidores.

    ResponderEliminar