domingo, 1 de março de 2015

Bibó Porto (39)











Museu Soares dos Reis

9 comentários:

  1. Já tentei mais do que uma vez visitá-lo, mas nunca ne foi possível.Está no mesmo caso a Torre dos Clérigos...


    Amigo, obrigada pelas fotos e só te não desejo sorte no jogo de hoje, porque é o meu Sporting o adversário , rrrsss

    Tudo de bom :)

    ResponderEliminar
  2. Não conheço bem o Porto infelizmente.

    Amigo Carlos, também sou Sportinguista o que não me vai levar a mal não é verdade? :))
    beijinho, bom domingo e boa semana

    ResponderEliminar
  3. Vivi 40 meses de serviço militar, em frente, no CICA 1 e nunca, nessa altura nem noutra, lá fui ! Claro que não o digo por orgulho, antes pelo contrário ! ... Uma grande falta minha !!!

    ResponderEliminar
  4. Carlosamigo

    Bibó Sporting! Só daqui a duas horas de cá saberei quem ganhou, mas sempre bibó Sporting!

    Abç

    A Sãozitamiga e Pássarazulamiga são cá das minhas. Eu bem sabia que eram pessoas de bom gosto, ainda que a segunda não me ligue peva...

    ResponderEliminar
  5. Já visitei este museu e gostei muitíssimo. é uma visita a não perder.
    M.A.A.

    ResponderEliminar
  6. Nem de propósito, visitei este museu pela primeira vez há 15 dias.
    No ano passado não pude visitar este museu porque, os museus fecham às Segundas-feiras. E este ano arrisquei-me a não puder visitá-lo também, porque fui passar 2 dias ao Porto que foram de Domingo a Terça. Reparei que à Terça-feira o museu só abre a partir das 14 horas, mas fiz questão de atrasar o meu regresso a Lisboa para o poder visitar.

    Já tinha ouvido falar deste museu, que era muito bom, etc. Não sei porquê, talvez por preconceito, pensei que se tratava de um museu pequeno, quase um museu de província.
    Enganei-me redondamente! O museu surpreendeu-me agradavelmente, trata-se de um museu grande (afinal é museu nacional), demora mais de uma hora a visitar-se e tem uma qualidade notável em termos de pinturas e de esculturas. Para mim é claramente um museu de «Primeira divisão».

    Pena que Soares dos Reis que tem uma obra de grande qualidade, seja tão pouco conhecido em Portugal, talvez por ter morrido novo (com 41 anos). Espero que o museu, a câmara municipal do Porto e até o Ministério da Cultura o dêem mais a conhecer.

    ResponderEliminar