terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Sermão de S. Paulo aos tugas: o milagre do crescimento (ACTUALIZADO)

Fonte: JN

Em 2014  as exportações cresceram 1,9% . Foi o crescimento mais baixo desde 2009 (Cfr gráfico) mas Portas exultou e foi para a rua lançar foguetes e apanhar as canas.
Fazendo tábua rasa do OE 2014, que previa um crescimento das exportações de 5% ( valor corrigido para 3,7% em Setembro), Portas aproveitou a quadra carnavalesca,  envergou a máscara de Goebbels do  Conde Redondo e foi fazer um sermão aos tugas que as televisões, seguindo a fórmula acéfala habitual, exibiram  repetidamente como  " a palavra da verdade".
Com o topete que o caracteriza, Portas omitiu que foi o primeiro ano, desde 2008, em que as importações cresceram mais do que as exportações  (ver gráfico).
Ou seja, em 2014 vendemos mais (1,9%), mas também compramos mais (3,2%), o que se traduziu num aumento do défice da balança comercial em mais de 900 milhões de euros.
Se aplicarmos isto  aos rendimentos das pessoas singulares, o que se passou foi o seguinte:
Em 2010,  Luis  ganhava  1000€ mensais ( linha azul)  e gastava 800 ( linha vermelha), o que lhe permitia ter   um saldo positivo mensal de 200€ ( 2400€ no final do ano)
Nos anos seguintes foi aumentando sempre o seu rendimento, porque ganhava mais do que gastava.
Em 2014, porém,  Luís apesar de ter um  vencimento superior ( suponhamos  1190€ , mantendo a base mil para mais fácil compreensão)  gastou  1320 €  mensais, terminando o ano com um défice de 1560€ (130€ x12). É com isto que Portas exulta?
Eu não sei nada de economia... mas também não preciso, para perceber que a manter este ritmo, o Luís estará falido dentro de poucos anos. 
Basta-me ter que gerir o  meu orçamento, sem estar à espera que a mãezinha me cubra o défice, para ver a bela herança que este governo nos deixa. 

4 comentários:

  1. O Portas é muito bom a deitar foguestes. Espero que as canas lhe caiam na cuca.

    ResponderEliminar
  2. O Portas é muito bom a deitar foguestes. Espero que as canas lhe caiam na cuca.

    ResponderEliminar
  3. ~ ~ Asas para o santinho, tão anjinho!!

    ~ ~ A diferença das importações é uma atestado geral de máxima pobreza.

    ~ ~ Depois, já que não gastamos, temos mais para exportar...

    ~ ~ ~

    ResponderEliminar
  4. Cada vez mais a verdade é uma coisa relativa e a as ciências exactas já não o são tanto.
    Nouvelle époque....

    ResponderEliminar