sábado, 7 de fevereiro de 2015

O PCP nunca me desilude

Mais uma vez, o PCP aliou-se à direita. Desta vez para chumbar  projecto de lei  que alargava a procriação médica assistida a todas as mulheres

4 comentários:

  1. ~ Já eu, infelizmente, não posso dizer a mesma coisa.

    ResponderEliminar
  2. Eu, que fui simpatizante do PCP, nos idos do 25A74, hoje não os posso nem ver, muito menos ouvir. É um partido oportunista, sem olhar a meios - há muitas maneiras de dizer o que pensa, agora... aliando-se à direita mais retrógrada pós 25A74, é que NUNCA. Para mim este partido, "já não existe"!!!

    ResponderEliminar
  3. Numa altura em que assiste a mortes nas urgências, a deficiências na assistência a doentes com hepatite C, em que se põe em causa o SNS, será que o que mais interessa aos portugueses é esse tal "alargamento" ?

    ResponderEliminar
  4. Em princípio sou a favor, mas é preciso estipular muito claramente quais as condições em que se pode fazer. Ou seja, quem queira fazer no privado, esteja à vontade. No público, parece-me de facto que não é um caso de primeira necessidade ou urgente.
    Também temos que ver outra coisa, se estas mulheres não fizerem isto cá, fazem-no no estrangeiro (se tiverem $).

    ResponderEliminar