segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Não há impossíveis

A História está cheia de exemplos  de impossíveis que se tornaram possíveis. O fim da escravatura, a luta das mulheres pelo direito ao voto e, para lembrar  dois casos mais recentes, o fim do Apartheid e da segregação racial nos Estados Unidos.
Mulheres como Emily Davison ou  Emmeline Pankhurst e homens como Nelson Mandela ou Martin Luther King enfrentaram os impossíveis e contribuíram para mudar o mundo.
É por isso que quando ouço o pm de Portugal classificar como conto de crianças a luta de Alexis Tsipras para salvar o povo grego, tenho a certeza de estar perante um cobarde.
Não há impossíveis! Há é homens e mulheres  com coragem para derrubar tabus e imbecis que se acomodam e vendem para preservar os seus privilégios. Infelizmente Passos Coelho pertence a esse grupo de cobardes. Tsipras poderá não conseguir atingir todos os seus objectivos na defesa do povo que o elegeu mas, pelo menos, lutou.
Passos e curvou-se e vendeu o país a interesses estrangeiros, para defender o seu poderzinho de merda, com o apoio de um imbecil eleito presidente da república. 
Tsipras poderá ficar na História por ter salvo a Grécia e a Europa com a sua ousadia. Coelho terá apenas direito a uma nota de rodapé, onde se lerá: este foi o homem que vendeu Portugal a retalho e entregou a soberania do mais velho país  da Europa à Alemanha.

5 comentários:

  1. Dos fracos não rezará a história... Da "nossa" história pouco ou nada de importante rezará...

    ResponderEliminar
  2. Oxalá o grego consiga isso! Quanto ao escuteirinho de Massamá, que se lixe!!

    ResponderEliminar
  3. Esse verme ainda se irá gabar se nós formos beneficiados com a luta de Tsipras. Até dá nojo ouvir essa malta falar e dizerem que ele está a gozar com os credores, porque começou logo por dizer que ia aumentar o salário mínimo grego. Ora ele vai apenas dar uma parte do salário mínimo que foi cortado aos gregos. Cá nem isso aconteceu. E não há um único jornalista que, nos debates ou entrevistas, diga essa verdade, ou até a utilizam contra o PM grego.

    ResponderEliminar
  4. Carlos, desculpe deixar aqui este link, mas ele é por demais importante, para que as pessoas leiam e acordem. http://www.dn.pt/inicio/opiniao/interior.aspx?content_id=4376050&seccao=Viriato%20Soromenho%20Marques&tag=Opini%E3o%20-%20Em%20Foco

    ResponderEliminar
  5. Já hoje tinha comentado isto, Carlos.
    A Europa vai ter que lidar com Tsipras.
    E é bom que isso aconteça.
    É bom que uma Europa gorda, balofa, acomodada, seja picada por algo ou alguém.
    Para ver se se mexe, se evita o recrudescimento de fenómenos que nada têm a ver com a civilização europeia.
    Um mérito Tsipras já teve - já pôs essa Europa a mexer, a falar.
    Os resultados a gente vê depois.

    ResponderEliminar