terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Entretanto em França, o PS põe mais uma pedra no túmulo da democracia

O PS francês mandou a democracia às malvas. Não tendo conseguido fazer aprovar uma lei de modernização da economia ( leia-se: simplificação dos despedimentos, retirada de poder aos reguladores, autorização de trabalho aos domingos, destruição do estado social) o pm Valls anunciou que vai recorrer a um artigo da Constituição que permite a aprovação de um diploma rejeitado pela Assembleia Nacional.
A oposição reagiu, apresentando uma moção de censura. Se os 30 deputados socialistas que rejeitaram a lei Valls  apoiassem a moção de censura o governo cairia e teriam de ser convocadas novas eleições. 
Tudo indica, porém, que os 30 deputados socialistas vão votar contra a moção de censura, pois as sondagens apontam para uma vitória eleitoral da extrema direita.
Marine Le Pen não se importa de esperar. Se a Europa continuar a comportar-se como uma turma de idiotas, acocorada aos ditames de um paraplégico bêbado, em 2017 chegará facilmente ao poder. Se em 2017 ainda houver Europa, bem entendido.

3 comentários:

  1. Mas que bluff que este Hollande nos saiu!!! Meia leca!!!

    ResponderEliminar
  2. O que verdadeiramente me assusta é o crescimento brutal destes partidos de extrema direita, destes neo-fascistas :(

    ResponderEliminar