terça-feira, 13 de janeiro de 2015

São uns filhos da puta. Fim de citação

15 comentários:

  1. Nem isso chegam a ser. Bestas é, quanto a mim, o termo.

    ResponderEliminar
  2. Porque são sempre as mulheres a pagar as favas? Não há epítetos masculinos? Até nisso se verifica a desigualdade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa! É o hábito que anda sempre enrolado com a tradição!
      :-)

      Eliminar
  3. Carlosamigo

    Primeiro que tudo concordo a 123.456,7% contigo.

    Em segundo lugar discordo da abelha doirada (só conhecia os vistos do rapaz Portas). Que eu saiba filhos são masculino. Porquê a desigualdade? Se há prostitutas também há prostitutos. Aliás em Angola,tinha um soldado que dizia convictamente putas, depois de o ter ensinado que não devia dizer putas, mas sim prostitutas, passou a dizer prostiputas...

    Abç

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi logo buscar um exemplo de África onde ainda hoje se pratica a excisão, a infibulação e a clitoridectomia. Além de poder ser prole, não sabia que filho era um substantivo comum de dois. Tudo isso revela aquilo que afirmei. Grande Dilma que criou um neologismo ao intitular-se Presidenta:) Quanto a mim podem me chamar tudo o que quiserem porque nada me ofenderá. Só se me tirarem a palavra.
      Alegre-se, porque em 2015, vai haver a maior descida de IRS. Grande País! Só é pena eu já não estar em idade de procriar. Com esta "Reforma" passaria a figurar no Guiness como a maior reprodutora, mesmo sem necessidade de ser puta.

      Eliminar
    2. Sr. Henrique Ferreira.
      Sem querer ofender a blogosfera, na medida em que por aqui há muitas senhoras, mas esse termo das «prostiputas», está demais.

      Eliminar

  4. Não Carlos, esses não têm nome sequer!O que quer que lhes chamemos será sempre pouco!
    Podia até chamar-lhes bestas (como já aqui foi dito) ou animais...
    Mas na natureza não existe ser nenhum capaz de tamanha bestialidade, tamanha crueldade! :(

    Ainda cliquei no link... mas não fui capaz de ler a notícia.

    ResponderEliminar
  5. Não insulte os animais, porque são quem mais protege os filhos.
    Quanto ao não conseguir abrir o link, pode ser porque está a usar o IE.
    Felizmente para todos vós eu estou farta de perder comentários, que escrevi, porque me esqueço que tenho de usar outro navegador, pois só a imagem do blogue do Carlos ocupa quase um megabyte, por isso a página é muito pesada e de difícil acesso a certos navegadores.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Golden bee, não sei se está a falar comigo... mas se sim vou usar o meu direito ao contraditório porque interpretou mal o que eu disse. Por precisamente ser dessa opinião, de que os animais protegem as suas crias e por isso não são capazes de atitudes ignóbeis como as descritas na notícia, é que eu disse que nem animais poderíamos chamar a essas pessoas.

      Quanto ao não ter sido capaz de ler a notícia, não tem nada a ver com navegadores ou dificuldades informáticas. Obrigada pelo cuidado e pelo pronto esclarecimento... mas o que se passou é que eu depois de ter lido o título não tive estômago para continuar a ler a notícia.

      Um beijinho adoçado com mel...

      Eliminar
    2. Afrodite, obrigada pela pronta resposta. Estava realmente a falar consigo. Mas como ligo pouco a pormenores e, como disse, às vezes tenho de sair para ir para outro navegador, quando volto acabo por pousar onde não devo. Eu continuo a gostar mais do IE e em tempos sugeri ao Carlos que pusesse uma imagem mais leve. Ele cheio de boa vontade trocou-a por esta de agora, mais bonita, mas ainda mais pesada.
      Quanto aos animais tenho episódios lindos, que não tenho visto em muitos humanos.
      Receba também um beijinho mas sem ferrão.

      Eliminar
  6. É por isso que às vezes sou a favor da pena de morte. Pessoas destas que matam, têm de morrer, porque nada justifica aquilo que foi feito !
    No entanto, também digo que cada vez fico mais triste porque se fala somente de coisas más. Dá-se importância demasiado e propaganda em demasia a estes assassinos. Existe muito maldade no Mundo que quer ser publicitada.

    ResponderEliminar
  7. Uma criança de dez anos, Carlos!! :(
    É mais pequenina que a minha filha Mariana.
    A Mariana é alegria, vida, amor desmedido.
    Aquilo que todas as crianças deviam ser.
    Não pode haver perdão para esta escumalha.

    ResponderEliminar
  8. Discordo, Carlos.
    Não são filhos da puta, que esses ou menos saíram de uma puta que é um ser humano. Não tem dignidade para serem humanos, são vermes!

    ResponderEliminar