segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

O professor Martelo anda em maré de azar


Há uma semana, Marcelo Rebelo de Sousa garantia que as atenções sobre a prisão de Sócrates tendiam a disspar-se e em breve o ex-pm seria um homem só a esvaziar-se. Uma semana depois, Sócrates é a notícia do fim de semana.
Marcelo anda em maré de azar. 
Mas como um azar nunca vem só, minutos depois de ter brindado à anunciada desistência de Guterres à corrida a  Belém, divulgada em primeira página pelo pasquim do arquitecto,o próprio veio desmentir ao Expresso a desistência e deixar tudo em aberto.
Ontem, a sua homilia foi um total desvario. Chegou a ser mesmo patética quando abordou a entrevista de Sócrates. O caso BES parece tê-lo abalado profundamente e  Marcelo começa a dar alguns indícios de senilidade precoce.

4 comentários:

  1. Eu não diria desvario. O fulano sabe muito bem o que pretende e não resiste, para lá chegar, a utilizar todos os meios ao seu alcance por muito sórdidos que sejam.

    ResponderEliminar
  2. Os ventos não lhe correm de feição...

    ResponderEliminar
  3. Ontem, Marcelo até se atreveu a deixar umas dicas para a acusação de Sócrates.
    Simplesmente ridículo.
    PS (não é de propósito) - Não é suposto um comentador ser isento?

    ResponderEliminar
  4. E teve o "amigo" Santana Lopes a dizer-lhe que está disposto a enfrentá-lo numa corrida eleitoral a Belém, não esquecer.

    ResponderEliminar