quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Ó p'ra mim tão desconfiado!

Hoje devo ter sonhado com coisas esquisitas, porque tudo o que leio me deixa desconfiado. Aqui ficam apenas dois exemplos
- Quando o indigitado futuro presidente da RTP dá uma entrevista em que esclarece que a RTP não deve fazer concorrência às privadas, não estará a anunciar que o objectivo do governo continua a ser a descridibilização da empresa, para depois a privatizar?
- Nos escaparates leio a capa do CM. Não há uma única notícia sobre Sócrates. Será que a PGR se viu obrigada a puxar as orelhas ao Octávio Ribeiro, por não ser nada discreto na divulgação da informação que lhe é fornecida por agentes da Justiça? Ou será que o artigo do Afonso Camões no JN revelou algumas verdades incómodas?



3 comentários:

  1. Na RTP e tudo à volta reina a confusão. O indigitado futuro presidente está nervoso. Não sabe o que fazer/dizer.

    A PGR devia, há muito, puxar as orelhas a Octávio e, quem sabe, deixar de fornecer material. Agora, não evita o mal que o CM tem feito.
    Afonso Camões? Hummm, pode muito bem ser que tenha revelado algo.

    ResponderEliminar
  2. Em relação ao CM a explicação pode ser a tua ou outra parecida: os gargantas fundas podem estar a rever o "modus faciendi" pois o actual é demasiado descarado. Mas também pode dar-se o caso de o Dâmaso ter tido folga. Lá por o gajo ser uma besta não quer dizer que não tenha direito a descanso.

    ResponderEliminar
  3. Duas questões que poderão ser respondidas num futuro não muitos distante, Carlos

    ResponderEliminar