segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Deixa-te de tretas, Violetta

A reacção do governo e dos partidos que o apoiam foi unânime: não somos a Grécia. Não precisavam de perder tempo a explicar-nos. Já todos sabemos, há muito tempo, que Portugal não é a Grécia. 
Se Portugal fosse a Grécia, teria um governo três dias após as eleições;
Não teria um presidente a ameaçar que se os partidos não se entenderem, não haverá governo;
Teria um governo que se preocupasse com as pessoas e não um grupo de lambe botas que, seguindo o exemplo de Durão Barroso, está a tratar da sua vidinha e borrifando-se para o país;
Teria um governo que não vendesse o país a retalho o património do país a interesses privados;
Teria um povo que se revoltaria por estar a ser roubado e exigiria saber quem beneficia com as privatizações;
O pavilhão Atlântico, ou Meo, ou o raio que o parta, não se encheria de miúdos para ver a Violetta, porque não haveria famílias a pagar 500€ por um bilhete nas primeiras filas.

6 comentários:

  1. Vai longe o tempo em que o Dr. Mário Soares proibiu o concerto de Júlio Iglésias para não saírem divisas. Hoje já não mandamos nada, não temos nada. Até o Pavilhão Atlântico, foi vendido por tuta e meia e ilegalmente ao dr. Luís Montez, que hoje é mais um DDT, que tinha dívidas à SSocial e que criou uma firma só para este efeito.
    Vale a pena ver a primeira parte do Prós e Contras, que está a dar, só para ver que, apesar da pequena corrupção de que fala o miserabilista José R.Santos, a Grécia foi enganada e traída pelos franceses e Alemães e pelo tratado de maastricht, que quiseram salvar os seus bancos, e por isso afundaram a Grécia e os pequenos países, como eu já tinha dito aqui. Os alemães serão sempre bárbaros, nazis e traidores.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Os alemães serão sempre bárbaros, nazis e traidores».

      Permita-me discordar de si, mas esta sua observação é injusta, redutora, normalizadora e infundada. É como dizer que os gregos são aldrabões, vigaristas e calaceiros. (O José Rodrigues dos Santos foi aqui bem malhado por causa disso).
      Isso não passa de um lugar comum, até porque conheço alemães muitíssimo civilizados que não são nada do que diz.

      Eliminar
  2. Ainda não sei quem é essa gaja.
    Conheço a Violeta que aqui minha colega no Gabinete.
    Essa Violleta estou farto de ouvir falar nela nas notícias mas não sei quem é.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    2. Essa gaja é uma espécie de ex-Anna Montanna (actual Miley Cyrus) argentina. É uma cantora e artista argentina de 17 anos. Enfim, é um «produto» para crianças e adolescentes esmifrarem para não dizer infernizarem a vida dos respectivos pais para gastarem dinheiro em produtos e mais outras porcarias promovidas por estes artistas da treta.

      Eliminar
  3. Violetta veio de longe, muito longe. Ganhou uma pipa de massa à custa dos papás que entendem não poder faltar NADA aos filhotes/as.

    ResponderEliminar