sábado, 17 de janeiro de 2015

Bibó Porto (33): São Flores, senhor!

No âmbito da revitalização do centro histórico, a Rua das Flores passou a ser mais um espaço pedonal de que  portuenses e  turistas em geral podem desfrutar. Foram quase dois anos de obras, mas o resultado final vaelu a pena.



Uma das mais antigas ruas do Port. Começa no lado oposto à estação de S.Bento



As varandas são uma das suas imagens de marca





Devolvida aos peões que agora podem demorar-se a percorrê-la e descobrir diversos símbolos incrustados nos edifícios que a ladeiam e fazem parte da  História da cidade.




Com o fim do trânsito automóvel  começaram a abrir esplanadas,  estabelecimentos de animação nocturna e lojas gourmet




A Igreja da Misericórdia é um dos edifícios mais emblemáticos, que merece uma visita atenta. Mas há mais espaços que justificam uma visita.

A Rua das Flores prolonga- se até ao Largo S. Domingos, a meio caminho para a Ribeira. Percurso que suscita outras paragens obrigatórias, como o Palácio da Bolsa ou o renovado mercado Ferreira Borges. A seu tempo lá chegaremos.

2 comentários:

  1. Olá Carlos ! ... Estive lá há pouco tempo e fiz um post sobre ela a 8 de Novº !
    Um post com uma outra abordagem e curioso como eles se complementam !
    O nosso Porto merece que situações como esta, de renovação e revitalização, sejam levadas ao conhecimento de todos !
    Uma Rua muito mais agradável (agora) , para se percorrer e apreciar ao pormenor !

    Abraço !

    ResponderEliminar
  2. Valeu a pena, sim, que já por lá andei a vasculhar os alfarrabistas e achei que estava muito agradável.
    O Porto é uma cidade inesgotável, que exige inúmeras visitas.

    ResponderEliminar