sábado, 20 de setembro de 2014

Perdoa-me!

Qual foi o ministro que veio hoje pedir desculpa aos portugueses?
Esta ideia de recuperar o "Perdoa-me" parece-me original, mas tem pouco futuro. Daqui a dois meses, já todos os ministros e secretários de estado terão pedido desculpas  pelos erros que cometeram e  prejudicaram muitos milhares de portugueses.
Além disso, este "Perdoa-me" governativo está mal ensaiado. Os/as gajos/as pedem desculpa e no dia seguinte continuam a  cometer erros como se nada fosse. Fazem-me lembrar as criancinhas que se vão confessar  mas, assim que o padre lhes dá a absolvição, voltam logo a pecar sem cumprir a penitência.
Pela minha parte, aviso desde já que não perdoo ninguém. Caso contrário, um dia destes ainda tinha de aceitar as desculpas de um ladrão profissional que me assaltasse a casa.