segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Eles vão apanhar um susto!

É bom saber que há pelo menos cem portugueses interessados em ressuscitar. É sinal de que estão optimistas quanto ao futuro do país e esperam que a ciência demore pelo menos 50 anos a devolvê-los à vida. Espero que não apanhem um susto quando acordarem...

Aprenda como funcionam os mercados em 5 lições



Há uns anos alguns ladrões entraram num banco numa pequena cidade.
Um deles gritou:
"Não se mexam! O dinheiro pertence ao banco mas as vidas são vossas". Imediatamente todas as pessoas se deitaram no chão em silêncio e sem pânico
LIÇÃO 1: Este é um exemplo de como uma frase dita correctamente 
e na altura certa pode fazer toda a gente mudar a sua visão do mundo.

Uma das mulheres estava deitada no chão de uma maneira provocante. Um dos assaltantes aproximou-se dela e disse: 
"Minha senhora, isto é um roubo e não uma violação. Por favor, procure agir em conformidade." 
LIÇÃO 2: Este é um exemplo de como comportar-se de uma maneira profissional: concentrar-se apenas no objectivo. 

No decorrer do assalto, o ladrão mais jovem (que tinha um curso superior) disse para o assaltante mais velho (que tinha apenas o ensino secundário completo):
 "Olha lá, se calhar devíamos contar quanto é que vai render o assalto, não achas?".
 O homem mais velho respondeu:
"Não sejas estúpido! É uma data de dinheiro e por isso vamos esperar o Telejornal para descobrir exactamente quanto dinheiro conseguimos roubar".
LIÇÃO 3: Este é um exemplo de como a experiência de vida é mais importante do que uma educação superior. 

Após o assalto, o gerente do banco disse ao seu caixa:
"Vamos chamar a polícia e dizer-lhes o montante que foi roubado".
 "Espere", disse o caixa "antes de fazermos  isso vamos juntar os 800 mil € que nós tirámos há alguns meses e dissemos que também esse valor foi roubado no assalto de hoje”.
LIÇÃO 4: Este é um exemplo de como se deve tirar proveito de uma oportunidade que surja. 

No dia seguinte foi relatado nas notícias que o banco tinha sido roubado em 3 M €. Os ladrões contaram o dinheiro mas encontraram apenas 1 M €. Um deles começou a resmungar: 
"Nós arriscamos as nossas vidas por 1 M € enquanto a administração do banco rouba 2 M € sem pestanejar e sem correr riscos? Talvez o melhor seja aprender a trabalhar dentro do sistema bancário em vez de ser um simples ladrão".
LIÇÃO 5: Este é um exemplo de como o conhecimento pode ser mais útil do que o poder.

Moral da história: 
Dá uma arma a alguém e ele pode roubar um banco. 
Dá um banco a alguém e ele pode roubar toda a gente.

Uma desilusão chamada Marina



Muitas vezes manifestei aqui a minha admiração por Marina Silva.
Pela sua postura, pelo seu passado, pelo seu percurso de vida, pelo seu apego às causas ambientais,sempre considerei Marina Silva como a sucessora ideal de Lula. É certo que torcia o nariz à sua ligação à igreja evangélica mas, apesar de algumas reticências, sempre acreditei que Marina Silva era uma mulher de palavra e, na hora da verdade, faria prevalecer as suas convicções sobre as questões religiosas. Enganei-me!
Na hora da verdade, quando começou a sentir o cheiro afrodisíaco do poder, Marina Silva colocou de lado as suas convicções. Apenas 24 horas depois de apresentar o seu programa do governo, a candidata do PSB ( depois da morte de Eduardo Campos) , cedeu às pressões e reescreveu tudo, de acordo com as imposições dos evangelistas.  UMA VERGONHA!
Devo reconhecer que me custa muito admitir que Marina me desiludiu, mas não me custa aceitar que Marina Silva não perca muitos votos com esta cambalhota. A sociedade brasileira é, na generalidade, conservadora e retrógrada. O respeito pelos direitos humanos, sociais e cívicos é uma preocupação urbana e muito restrita a grandes cidades onde o nível educacional da população é mais elevado. Para a esmagadora maioria dos brasileiros, o respeito pelos direitos dos homossexuais é frescura. Como considerar a homofobia um crime, se a maioria dos brasileiros considera que é doença mesmo?
Que Marina Silva me tenha desiludido, pouco interessa. O importante é saber se desiludiu os brasileiros que nela acreditavam. Porque, ainda mais preocupante, do que Marina ter recuado nesta matériaé perceber-se que a candidata que nas últimas presidenciais empolgou o Brasil cede facilmente a pressões. E isso não é uma boa notícia para o Brasil, principalmente numa altura em que o país se debate com alguns problemas de crescimento e pode ser chamado a desempenhar um papel muito importante na garantia de  equilíbrios geo-estratégicos. Não só na América Latina, mas também no mundo ocidental.
Quem garante que Marina Silva não esquece também as questões ambientais, no dia em que a igreja evangélica vir, na destruição de parte da Amazónia, uma importante fonte de lucro? 

Tratamento igual na Justiça? Nem na capoeira!



O derby da segunda circular terminou empatado (1-1).
Os golos foram resultado de dois frangos, mas toda a gente fala no frango do Artur e ninguém se lembra do frango do Rui Patrício. Não é justo!