sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Podiam alugar um quarto?Poder, podiam, mas não era a mesma coisa...

Em Ibiza, três casais suíços  foram multados em 1200€  por estarem a dar umas quecas dentro de uma carrinha em andamento, sem cinto de segurança
Em minha opinião, tiveram muita sorte. Quando eu tinha  15 ou 16 anos ( isso já foi no século passado, mas ainda me lembro...) fui   acusado de conduta imoral e levado para a esquadra, em Benidorm,   porque ao final da tarde estava na praia  a dar uns beijos a uma miúda alemã. ( Eram só beijos, juro!) . Como não tinha dinheiro, os meus pais é que tiveram de pagar a multa...
Estes casais suíços tiveram por isso muita sorte. Mais azarado foi o condutor. Apesar de não poder participar na festança, foi multado à mesma, para aprender a amarrar com cintos de segurança,os passageiros que pretendam dar umas quecas durante a viagem.
Sinceramente, considero muito reprovável a atitude da polícia espanhola. Quem sabe se os suíços não estavam, como este casal,  a fazer uma Selfie?

O céu é o limite?



Marinho e Pinto desbaratou a confiança que alguns portugueses ingenuamente lhe concederam  e anunciou a sua renúncia ao mandato. Diz-se desiludido com Bruxelas! Então o ex-Bastonário precisou de ser eleito, para descobrir que  o único elemento agregador da Europa é o dinheiro?
Desiludido com a Europa ( ai, é tão bom, não foi?) Marinho e Pinto regressa a Portugal com o propósito de se candidatar a deputado mas, adianta, sem prejuízo de se poder candidatar a Presidente da República.
Para Marinho e Pinto- o novo Speedy Gonzalez da política lusa-, o céu parece ser o limite mas, se continuarem a votar nele, ainda é capaz de querer ir mais longe. Como, por exemplo, servir  de muleta a um governo do PS. Havia de ser um governo de longa duração!
Depois não digam que eu não avisei...


Bibó Porto (12): "A Menina Nua"


Na Avenida dos Aliados, de costas para Almeida Garrett e de frente para D. Pedro IV, existe  esta  estátua, da autoria de Henrique Moreira,  a que poucos visitantes do Porto terão prestado atenção.   
Conheço-a desde miúdo, sempre a conheci como “A Menina Nua”, mas nunca soube quem era. Confesso que também nunca me preocupei muito em saber. Era  assim que a estátua era conhecida no Porto e isso bastava-me. Aliás, aquela  auréola de mistério sobre a personagem  até me agradava. 
Desde o início do ano, quando iniciei o esvaziamento da casa que praticamente me viu nascer, comecei a sentir uma curiosidade inusitada por tudo que diz respeito ao Porto. Felizmente, em minha casa, abundam os livros sobre a história da cidade, seus monumentos e recantos. Tenho passado muitas horas, nos últimos meses, a folhear ao acaso esses livros. 
Numa noite cálida de Junho, deparei com um texto sobre a estátua da “Menina Nua” e descobri  finalmente a sua identidade.

Fiquei a saber que se chamava  Aurélia Magalhães Monteiro, nasceu no dia 4 de dezembro de 1910 na freguesia do Bonfim e era conhecida na juventude  por Lela ou  Lelinha e, mais tarde,   pela «Ceguinha do 9» (Cegou aos 43 anos e vivia num modesto rés do chão  do Bloco 9 no Bairro da Pasteleira)
Terá sido uma das mulheres mais apreciadas e cobiçadas do seu tempo  e tinha 21 anos quando fez de modelo  para Henrique Moreira, “ o que escandalizou muita gente”.
Já imaginou uma  «moçoila» no tempo «da outra senhora», a expor-se toda nua perante uns homens de tela e pincéis ou bocados de pedra, bem... era quase como ser comunista ou mulher da vida...” – disse Lela a Raul Simões Pinto
Fiquei também a saber que Aurélia, órfã de mãe muito cedo, começou a posar aos 18 anos com o mestre Teixeira Lopes, na figura-modelo da rainha D. Amélia, estátua  que se encontra  no Museu com o mesmo nome, em Vila Nova de Gaia. 
Inicialmente era muito envergonhada e tímida  mas, quando se tornou  modelo na Escola de Belas Artes do Porto, perdeu a timidez e confessa que se divertia ao ver que “ punha a cabeça dos jovens a andar à roda e os deixava com o corpo em fogo”
Foi também modelo de Acácio Lino, Joaquim Lopes, Dórdio Gomes, Sousa Caldas, Augusto Gomes e  Camarinha. 
Além da «Menina Nua», Lela  "está"  no Buçaco, no Cinema Rivoli do Porto, em Gaia, Lisboa e em Moçambique...
Faleceu no dia 2 de junho de 1992. A velhice não foi fácil, sobrevivendo com as ajudas do  Centro de Dia da Terceira Idade, ligado ao Centro Social da Pasteleira. O que mais lamentava, porém, era ter perdido a vista tão cedo.
Aurélia Magalhães Monteiro, a Lela, Lelinha, ou a «Ceguinha do 9» faleceu mas, para mim, continuará a ser  eternamente a «Menina Nua» da  Av. dos Aliados. Brilhando ao sol ou  envolta no nevoeiro citadino, entre Almeida Garrett e D. Pedro IV.
( Elaborei este post a  partir do  livro Pasteleira City, de Raul Simões Pinto – edições pé de cabra – Fevereiro de 1994)

Parada e resposta

Está a aumentar a escalada de retaliações na disputa estúpida entre a UE e a Rússia. Respondendo à ameaça russa de fechar o espaço aéreo da Sibéria, a UE avisa que avançará com novas sanções
Começa a adivinhar-se onde é que isto vai parar...