domingo, 27 de julho de 2014

Quem me leva cigarros à cadeia?

Daqui a minutos vou entregar-me às autoridades porque tratei mal um animal doméstico. Pior ainda. Matei um animal doméstico. Não me digam que a ratazana que se passeava no jardim de minha casa há uns meses, não era um animal doméstico. Se não fosse, porque é que ela insistia em dormir todas as noites no jardim cá de casa?
Aviso desde já que não vou pagar multa, sujeitando-me assim à pena de prisão que o juiz decretar. Agradeço, por isso, que  me levem cigarros e façam uma petição para que eu possa partilhar a cela com o Tobias, o gato que há cinco anos me serve de companhia. Temo que, deixando-o sozinho em casa, ele acabe por morrer à fome e, quando sair da cadeia, volto a enfrentar um processo que inexoravelmente me levará novamente às masmorras, por ter abandonado um animal doméstico.
Agradecido.

Le premier bonheur du jour


Com os meus agradecimentos ao HenriquAmigo.
Tenham um bom domingo