quarta-feira, 11 de junho de 2014

Vox populi

Esta manhã, sentado na esplanada do costume onde agora já ninguém pede um cimbalino, escuto este desabafo:
"Botar no Seguro é  cumo dar uma caixa de fósforos a um pirómano no meio da floresta, c.....!"
Com este sotaque nortenho, a frase ganha uma expressão muito mais cativante!  

Há coisas do caraças, não há?

Marinho e Pinto foi eleito deputado europeu tendo como barriga de aluguer o MPT, partido que se diz ecologista. Seria pois de esperar, que Marinho e Pinto e o seu apêndice integrassem a família dos Verdes no Parlamento Europeu.
Só que o Verdes europeus perceberam que Marinho é verde por fora, mas um bocado negro por dentro e, vai daí, rejeitaram acolher os deputados portugueses no seu grupo. Uma das razões invocadas, foi o facto de Marinho e Pinto ter posições homofóbicas que expressou diversas vezes. Rejeitado pelos Verdes, Marinho e Pinto foi acolhido pelos Liberais.
Este facto não parece ter provocado engulhos aos simpatizantes do ex- bastonário, que continuam a quereer vê-lo como PR. Não lhes chegou um Cavaco, já querem outro?