domingo, 8 de junho de 2014

A estátua




Então, Miguel Ângelo pegou no martelo, bateu repetidas vezes com ele na estátua e começou a gritar:
Porque não falas, pá? 
A estátua não falou.
Agora, enquanto desfruta do remanso celestial, Miguel Ângelo voltou a fazer a mesma tentativa com a estátua de um nado morto. Provavelmente graças às influências que conseguiu exercer na corte celeste, esta estátua acabou por reagir às marteladas ( no céu, as marteladas não matam, muito menos quando batem em mortos) e falou.
O problema é que ninguém percebeu o que ele disse.
Alguém que percebe destas coisas afiançou-me que os sons que se ouviram eram de uma pitonisa.

Le premier bonheur du jour

Tenham um bom domingo. Mas...cuidado com os encontros!