quarta-feira, 4 de junho de 2014

A trampa do Marquês

Bruno Carvalho fez hoje declarações escatológicas nos Açores. Vocabulário pouco apropriado a um presidente do clube dos marqueses e outra gente fina- assinale-se.
Os jornalistas pensaram que ele se estava a referir ao futebol português mas, na verdade, ele falava sobre o que tinha ocorrido, esta tarde, na conferência de líderes na AR. 

António Costa consegue aliança à esquerda

Sérgio Azevedo, deputado municipal eleito pelo PSD, resolveu alinhar no circo montado pela trupe laranja e apresentou uma moção de censura  a António Costa. O gang da S. Caetano  considera escandaloso que António Costa continue à frente da câmara, sendo simultaneamente  líder do PS. Peremptórios, os laranjas dizem que  Medina - eventual sucessor de Costa  - não tem perfil, nem experiência, nem capacidades para  gerir os destinos de uma autarquia de Lisboa.
Esta escumalha do pote não tem memória, nem vergonha, nem sentido de oportunidade.  Gosta é de circo.  Já  esqueceram  o episódio   Santana Lopes/Carmona e,  embora ainda ninguém saiba o rumo que vão tomar as coisas no PS e se António  Costa  um dia virá a ser líder, já sentem o perfume do pote municipal e querem agarrá-lo, antes que fuja. 
A moção foi a votos , mas o PSD ficou a falar sozinho. PCP, BE, PEV, PAN ,  PS e Cidadãos por Lisboa votaram contra a moção oportunista, enquanto CDS, MPT ( o de Marinho e Pinto) e Grupo de Cidadãos Parque das Nações Por Nós abstiveram-se.
António Costa conseguiu, assim, uma aliança (pontual) à esquerda e a abstenção do partido de Marinho e Pinto e do CDS. Bons sinais para um amplo consenso a nível nacional, tão desejado pelo defunto de Belém? Se isso viesse a acontecer, o homem dava pontapés no túmulo!

Memórias de Tian An Men



Há 25 anos estava em Macau. Já aqui vos descrevi o que senti naquele dia de tufão em que fiquei retido no meu quarto da Pousada de Mong Ha a ver, pela CNN, o que se estava a passar em Pequim. Até ao momento em que o governo de Pequim decidiu cortar a emissão, entenda-se...
Também já aqui dissertei sobre a reacção hipócrita do Ocidente. A ameaça de boicote durou pouco mais de 24 horas, porque  na semana seguinte, o governo italiano corria para Pequim, para assinar um acordo comercial com a China.
Os leitores mais assíduos saberão também já a minha opinião sobre o papel da China neste século XXI. Não tenho muito mais a escrever sobre o tema, porque a minha opinião não mudou.
Há coisas e momentos que a memória não apaga. Para a preservar, foi há semanas inaugurado um museu em Hong Hong, sobre os acontecimentos de 1989 em Tian An Men

Deixo-vos também as ligações para três artigos, com três visões diferentes, que me parecem interessantes sobre o tema
A estratégia chinesa- David Pilling  ( a análise)
Tinanamen 25 years- Ma Jian ( a memória de quem lá esteve)
25 anos depois, o que mudou?- do Pedro Coimbra ( a opinião de quem vive em Macau há duas décadas)

Good morning, mr President!


Com a devida vénia e agradecimento ao We have kaos in the garden


Teve uma noite tranquila? Não responda, já sei que me vai dizer que dormiu o sono dos justos e não sente o mínimo arrependimento pela porcaria que fez. Para si, cometer perjúrio e aceitar as violações da Cosntituição por parte de seu governo tornou-se  tão banal, que nem percebe a dimensão da asneira. 
Deixe-me então explicar-lhe:
Se tivesse pedido a fiscalização preventiva da Lei do Orçamento para 2014, o assunto já teria sido resolvido há muito mais tempo, os funcionários públicos e os pensionistas não teriam sido roubados numa fatia do seu salário durante cinco meses, o governo não estaria a insurgir-se contra as decisões dos juízes, como um cão danado, já teria encontrado soluções alternativas e poderia continuara "vender" aos portugueses o filme do crescimento.
O quê? Está a dizer que cumpriu o seu dever protegendo o governo os interesses do país? Então é porque não percebeu a borrada que fez.
Esperava VEXA que, em caso de chumbo do TC, o PM fizesse umas cenas de indignação e fosse a correr para Belém pedir a demissão e a convocação de legislativas antecipadas. Seria a maneira de forçar uma coligação  PS/PSD/CDS( aquilo a que chama consenso) tão do seu desejo. O que VEXA não esperava era os resultados das eleições europeias e a crise interna do PS. Saiu-lhe o tiro pela culatra! Como vai VEXA convocar eleições antecipadas, com a barafunda que vai no Rato? Só o fará se o seu objectivo for criar uma salgalhada ainda maior do que a que arranjou com a sua omnisciência.
Ah, mas VEXA continua a poder dormir descansado, porque faz como Pilatos. O problema não é seu, mas dos partidos egoístas que põem os seus interesses à frente dos interesses nacionais, impedindo assim um governo de salvação nacional.
Cada vez percebo melhor porque disse à PIDE que se sentia confortável integrado no regime do Estado Novo!
Eu sei que o senhor já não está em idade de se maçar com estas coisas da política ( se é que alguma vez teve essa idade) tem direito ao descanso e a uma reforma tranquila. Tão pouco o preocupa a situação do país. Por isso se mantém caladinho, no remanso de Belém, fingindo-se de morto e à margem do que se pasa fora do palácio, só aparecendo para comer pastéis de nata e tirar umas selfies com a malta do futebol a quem pediu que elevasse bem alto o nome da Nação.
Muito menos, ainda, o incomoda ser visto pelos portugueses como o pior PR desde o Thomaz. Se calhar até lhe ficava bem, para a posteridade, o cognome de Thomaz das Alcagoitas.
Eu compreendo bem o seu estado de espírito. Tenho uns vizinhos que estão desempregados, já tiveram de vender o Audi que lhes saiu numa rifa das Finanças, para equilibrarem o orçamento mas, quando lhes pergunto em quem vão votar,  respondem com aquele ar imbecil que o criador lhes deu, que votam no Passos, porque ele está a salvar o país. VEXA devia gostar de conhecer estes meus vizinhos. De certeza que se iam dar bem.