sábado, 31 de maio de 2014

Quando é que o Aníbal volta a violar a Constituição?

Cavaco já violou a Constituição da República tantas vezes como o governo. Foi cúmplice. Só que, nesta caso, o cúmplice tem mais agravantes do que o autor (do crime), porque é a ele que compete garantir o cumprimento da CRP.
A dupla está, porém, imparável. Segundo o Expreso, o governo já prepara um novo orçamento rectificativo. O objectivo é  roubar novamente aos funcionários públicos, aquilo que o TC mandou repor a partir de Junho. Cavaco, obviamente, assinará de cruz, voltando a ignorar o  juramento que fez de defender a Constituição.
Já sabíamos que há juízes muito complacentes. E a decisão do TC fez-me lembrar um caso ocorrido há tempos,  numa comarca do norte.
Um indivíduo conhecido por adorar roubar motos compareceu perante o juiz, depois de mais um roubo.  O juiz pregou-lhe um sermão e  mandou-o  para casa. Advertiu-o, porém, que deveria comparecer a julgamento. 
Assim que se apanhou na rua, o que fez o larápio?  Roubou a primeira moto que encontrou, parada em frente ao tribunal, e nunca mais apareceu.
Eu sabia que havia juízes ingénuos e complacentes. Não imaginava é que chegassem ao TC!

Não esquecer

Se for funcionário público, não esqueça que a partir de Junho vai descontar mais 1%  para a ADSE. A propósito... alguma das 80 medidas do Seguro visa a redução deste "imposto" específico dos funcionários públicos e pensionistas para níveis decentes?
Já está arrependido de não ter votado? Paciência, fica para a próxima!...