quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Diz-me com quem andas...

Já sabíamos que  alguns dos maiores vigaristas deste país são amigos de Cavaco e foram por ele promovidos a membros do governo;
Já sabíamos que  pelo menos alguns desses amigos revelaram a sua gratidão, oferecendo a Cavaco umas acções, cujo valor disparou em tempo recorde;
Já sabíamos que Ricardo Salgado tinha financiado a campanha eleitoral de Cavaco em 2011;
Também já suspeitávamos, mas só agora se confirmou, que outros banqueiros- nomeadamente ligados ao grupo BES/GES - tinham  contribuído com generosos donativos para a campanha de Cavaco.
O que ainda não se sabia, é que José Guilherme- o homem que ofereceu uma prenda de 14 milhões de euros a Ricardo Slagado e está a ser investigado pela polícia- também foi generoso com Cavaco. Mas não só ele... também a mulher, o filho e outra familiar
Dirão alguns, perante as notícias sobre as  relações de amizade do PR, que vão sempre entrecruzar-se com  crimes financeiros, que Cavaco é como o algodão: não engana!
Dirá o povo na sua imensa sabedoria: diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és

5 comentários:

  1. e não são indícios, porque se fossem indícios estava em prisão. como SÓ são factos, não se passa nada. nem com o facto das acções do bpn nem com o facto do financiamento da campanha. etc. Se fossem só indícios..... chamavamos o superjuiz

    ResponderEliminar
  2. Conclusão: alguns estão presos, nas há muitos por aí que são piores do que is que estão presos.

    ResponderEliminar
  3. Conclusão: contra indícios não ha argumentos.

    ResponderEliminar
  4. Carlosamigo

    Olha se fossem factos... Mas estamos em Portugal onde ninguém leva a mal...

    Abç ,

    ResponderEliminar
  5. Curioso lembrar quando o PR, em campanha, dizia ao outro que tinha que nascer duas vezes para ser tão honesto como ele.....

    ResponderEliminar