quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Só uma pedra ficou indiferente

Vasco Palmeirim teve  a ideia e a Rádio Comercial concretizou-a. No dia em que Carlos do Carmo recebeu o Grammy,  convidou 35 personalidades do mundo da música e cada uma cantou um verso de "Lisboa Menina e Moça" em vários pontos da cidade.
Até as pedras da rua se emocionaram quando o Carlos recebeu o Grammy. Excepto uma, em Belém. Não conseguiu ouvir, porque estava tapada por uma poia coberta de moscas.

14 comentários:

  1. Há pedras que o são na verdadeira aceção da palavra!

    ResponderEliminar
  2. O pedregulho mor não se entusiasmou. Mas há por aí muitas mais pedras à solta.

    Bem esteve a Rádio Comercial e o "puto" Palmeirim! :)

    ResponderEliminar
  3. Não é pedra, é calhau! :(

    Rosa dos Ventos

    ResponderEliminar
  4. Se o Amigo Carlos me permite,sugiro que façamos este exercício:quantas Pessoas não naturais de Lisboa,deram a sua voz para que O Dia de um Homem Grande como o é Carlos do Carmo,tivesse um Eco mais de reconhecimento,afecto e amor,que só alguns seres Humanos são capazes de gerar?E porquê?Porque pertencer a uma Comunidade e a um Povo com grandeza de espírito e sentido de pertença é completamente diferente de nascer Calhau,viver Calhau,morrer Calhau!

    Vivemos tempos de Calhaus!(...)

    Um Bem Haja,para o Carlos do Carmo,Palmeirim e Carlos Barbosa

    ResponderEliminar
  5. Brutal! Façamos disto um hino de resistência á ignorancia e ao aviltamento do País.
    Obrigado Carlos do Carmo

    ResponderEliminar
  6. E se em vez de se falar de calhaus, pedras insensíveis, múmias e o diabo a sete, se falasse na beleza deste vídeo...desta canção que eterniza a beleza de Lisboa que será sempre "Menina e Moça"?.

    Vamos parabenizar Vasco Palmeirim e a Rádio Comercial, pela excelente iniciativa e louvar os cantores/fadistas, que desta forma homenagearam Carlos do Carmo e esta Lisboa que eu (também) Amo!

    Arre, porra! Nem num momento destes se esquece a política!

    Sou eu...a Janita!!


    PS. Brilhante a ideia de colocar o filho a cantar a última parte!

    ResponderEliminar
  7. Carlosamigo

    Do Carlos do Carmo (de que sou amigo!) está tudo, apenas me resta dar-lhe os parabéns e um abração e um muito obrigado; ao Palmeirim (que está cada vez melhor e em forma excelente) também lhe dou um abraço e os meus parabéns; à malta que cantou "Lisboa, menina e moça..." também agradeço e dou-lhe os meus parabéns" (Desculpem-me a repetição, mas o que tem de ser tem muita força...)

    À minha/nossa Lisboa tenho de dizer igualmente "que eu também a amo"

    Ao Sorna de Belém, maldoso, mesquinho, mentiroso e vingativo tenho de lhe dizer: vá à merda! No mínimo.

    Abç

    ResponderEliminar
  8. Uma ideia excelente. Bem concebida e melhor conseguida.
    Ainda ontem, após receber o troféu, Carlos do Carmo que falou em português, dedicou o prémio ao nosso País e, mesmo a acabar, soltou um 'Viva Portugal'.

    A Janita tem razão mas ... os calhaus são mesmo calhaus, as múmias são isso mesmo, principalmente aquela, as pedras insensíveis são mesmo isso e o diabo a sete é muito diabo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só tu, Observador! Eheheheh

      Uma beijoca! :)

      Janita

      Eliminar
  9. Ai, não convidaram a katinha guerreiro?!
    Depois querem que o cavaco coisa e tal...!

    ResponderEliminar
  10. Bravo Pameirim!!!!
    Carlos do Carmo vence o silva de Belém por K.O. técnico.

    ResponderEliminar
  11. O PR já nem interessa a ninguém, Carlos.
    O fim do mandato está próximo e ele está preocupado com as obras no futuro albergue.

    ResponderEliminar
  12. UMA PEDRA
    UM REBO
    UM CALHAU

    ResponderEliminar
  13. Estive ausente e tenho dificuldade em acompanhar tanta notícia....

    Agora eu que adoro rochas , minerais e cristais , f´osseis , meteoritos etc. ...chamar isto ao dito cujo , senti que a minha colecção ficou ofendida... Eu sei o que lhe chamamos cá por casa , não se pode dizer em público..
    M.A.A.

    ResponderEliminar