domingo, 16 de novembro de 2014

Corrupção alimentar

Até na corrupção se nota que estamos em crise. Em vez de receberem baús de dinheiro, os nossos  políticos  e dirigentes são apenas suspeitos de se corromperem em troca de alimentos.
Diz a comunicação social que o director do  SEF é suspeito no processo dos vistos gold, por ter recebido duas garrafas de vinho.
Armando Vara foi condenado no processo Face Oculta, mas garante que apenas recebeu uma caixa de robalos.
Espero que as garrafas sejam de vinho branco porque, se o dois se encontrarem na cadeia, sempre podem fazer um belo almocinho.
Modesto, se nos lembrarmos que em 1975, quando estavam presos, os Mellos e os Espíritos Santo faziam belas almoçaradas que incluíam lagosta.
Em tempo: já sei que Miguel Macedo se demitiu, mas estou a comer um belo bife no Snob que comemora hoje 50 anos, por isso só amanhã comentarei.
Por agora apenas isto: MM deu uma bela lição a Nuno Crato e Paula Teixeira da Cruz. Quem tem berço normalmente não esquece. Pena não se ter demitido após a manif das polícias...

2 comentários:

  1. Miguel Macedo soube assumir a responsabilidade política de uma escândalo (mais um) que envergonha o País.
    Chapelada!
    Aquele abraço e votos de boa semana

    ResponderEliminar