terça-feira, 18 de novembro de 2014

A telenoverla das 9

Estreou ontem, na AR, a telenovela " Espírito Santo". Vai durar pelo menos seis meses e manter muitos portugueses "agarrados", a partit das 9 da manhã.
Nunca fui fã de telenovelas e as poucas que acompanhei, com alguma irregularidade, nos idos de 80, ensinaram-me uma coisa:no último episódio, chegamos sempre à conclusão que estivemos a perder tempo que podia ter sido aproveitado de melhor maneira.
Com as comissões de inquérito acontece a mesma coisa. Os deputados  (actores) empenham-se, mas  é o realizador (governo) quem decide  o final. Para ver mixórdias, não vale a pena perder tempo.

5 comentários:

  1. Carlos,
    com tal argumento
    sugere o fim do canal parlamento?

    ResponderEliminar
  2. De modo algum, Rogério. Faz-me falta, até como instrumento de trabalho.

    ResponderEliminar
  3. Até o genérico gráfico é telenovelesco! Julgo que esta trama, se levada à cena, poder-se-á designar " Ricardo Salgado, um Seu Banqueiro. À imagem, se bem que diferente e sob outro ângulo, da série: Alves dos Reis, um Seu Criado.

    ResponderEliminar
  4. Estas "comixões" nunca chegam a resultado nenhum, Carlos.
    A malta reúne-se, faz pose, fala de bola, recebe umas senhas de presença e vai à sua vida.

    ResponderEliminar
  5. Não é preciso chegar ao fim da novela das nove.
    Hoje, na audição ao Professor Teixeira dos Santos, um dos deputados da direita disse que o ex-PM só recebia o Ricardo Salgado. Ao segundo dia já se sabe o final.
    O culpado é o SÓCRATES.
    D'Albano

    ResponderEliminar