quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Não há pachorra

Não tenho pachorra para aturar as pessoas  que suspiram pela privatização dos transportes públicos , nomeadamente o Metro.  Os argumentos mais ouvidos são:
“Isto é uma vergonha!  Esperar 5 minutos por um comboio? Isto só em Portugal!”
“ Estão sempre com perturbações! "Quando funcionam, entram logo em greve"
Quero ver a cara desta gente quando, depois da privatização, constatarem  que as medidas em tempos propostas pelo ministro Álvaro ( supressão de parte dos percursos a partir das 21 horas  e maior espaçamento entre os comboios) foram aplicadas pelo operador  privado.
Isto para já não falar do preço dos passes!
A privatização dos transportes públicos é mais um dos crimes contra o país que este governo vai cometer. Mas que se há-de fazer quando o povo aplaude?

6 comentários:

  1. "O povo é quem mais ordena dentro de ti, ó cidade" ... quer para escolher o BEM, quer para escolher o MAL.

    Ah! e o preço por viagem é mais caro na rede portuense que na lisboeta... espero que depois da privatização dos transportes públicos nos trate a todos por igual!!!

    ResponderEliminar
  2. Privatizar o que é um serviço social é um total disparate!

    Rosa dos Ventos

    ResponderEliminar
  3. Não tenho pachorra para gente estúpida e bloqueada. Quem usa transportes públicos que some dois mais dois...
    M.A.A.

    ResponderEliminar
  4. Sou totalmente contra a privatização dos transportes públicos.
    Porque as queixas mais ou menos fundadas, de agora, triplicarão.
    Só que nessa altura, se lá chegarmos, nem vai existir espaço para reclamar.

    ResponderEliminar
  5. Posso apenas subscrever o comentário da Rosa dos Ventos?

    ResponderEliminar