quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Esta medida, aplaudo!

Quem tiver familiares ou amigos a trabalhar nas Finanças, compreende esta medida.
Os tugas não levantam o rabo do sofá da sala para se manifestarem na rua, mas despejam toda a sua ira em cima de gente que trabalha como eles para ganhar a vida e merece ser respeitado.

7 comentários:

  1. Concordo!!! E quem insultar e bater nos professores?!...

    ResponderEliminar
  2. Só acho que a medida não deveria abranger exclusivamente quem trabalha nas Finanças !!!
    Bons sonhos, amigo

    ResponderEliminar
  3. Caro Carlos
    Não aplaudo porque temo que esta medida proteccionista incentive o excesso de zelo muito comum nas repartições de finanças e afins. Perante certas situações há cidadãos que perante a prepotência se passam e reagem em geral verbalmente (salvo excepções) contra a forma como são tratados. Admito que o meu caro nunca tenha passado perante nenhuma dessas situações, felizardo, eu já e não lhe conto como fico quando perco as estribeiras. Mas claro até hoje ainda não parti nada a pontapé.
    Abraço
    Rodrigo

    ResponderEliminar
  4. Eu tenho dúvidas, uma vez que não vejo razão para distinguir os funcionários das Finanças em relação a quaisquer outros no desempenho de funções públicas.

    ResponderEliminar
  5. Estes funcionários que estão na linha da frente é que têm que ouvir tudo o que normalmente seria dirigido a quem está bem mais acima na cadeia hierárquica.
    Por aqui acontece rigorosamente a mesma coisa

    ResponderEliminar
  6. Quando lhe acontecer a si o que já me aconteceu a mim deixará de concordar. Ver o próprio funcionário das Finanças a cometer ilegalidades e não poder fazer nada é demais! Não me vai mandar apresentar queixa, com a justiça que temos e o preço que custa. Eu sei me defender mas não consigo calar-me nem que a injustiça seja cometida contra outrem. Não se esqueça que o fisco inverteu o ónus da prova e mesmo quem tem uma licenciatura não consegue interpretar o que eles escrevem e uma grande parte dos funcionários, já não sabe ou não tem tempo nem paciência para explicar. Por alguma razão, que não só o lucro, os advogados se constituíram em sociedades. É que cada um deles já só domina um bocadinho desta louca carga legislativa. Já agora porque não proteger os que não nos conseguem consultas, quando já nem nos podemos mexer? Foi o próprio governo que criou a raiva contra tudo que é função pública, assim como todo o que é pobre ou é grisalho. Espere pelo ano que vem, quando for levantada a cláusula de salvaguarda do IMI e começarem a ser penhoradas todas as casas dos que já mal conseguem pagar as prestações. Você tem obrigação de conhecer muito mais casos do que eu, mas infelizmente, como estou sempre atenta e me tem passado tanta coisa pelas mãos, às vezes apetecia-me mesmo escanecar tudo. Se fosse presa era uma sorte. tinha cama mesa e roupa lavada. O pior é que eles antes disso, penhoram tudo o que nós temos.

    ResponderEliminar
  7. eu acho que não devemos insultar ninguém no seu posto de trambolho seja do fisco ou de outro qualquer, mas, que a corda pende sempre para o mais fraco, isso é verdade...

    :(

    ResponderEliminar