segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Teste de Memória para Passos Coelho

Parece que anda por aí muita gente indignada porque o pm de Portugal não se lembra se recebeu 5 mil euros mensais durante dois anos  e meio de uma empresa, enquanto era deputado. 
Se eu fosse mauzinho, diria que se ele não se lembra de ter recebido 150 mil euros, é porque recebeu muito mais. Ou que PPC é um mestre na arte de contornar a verdade.
No entanto, como acabo de regressar de férias, ainda estou com pensamento positivo e lembro que é natural que um tipo que no dia seguinte a ser eleito se esqueceu das promessas eleitorais que andou a fazer, não se recorde de ter recebido tanto dinheiro, durante um período tão largo.
No entanto, proponho um teste de memória ao pm, para verificar o grau de amnésia de PPC:

1-Alguma vez bateu na sua ex-mulher?
2-Alguma vez participou num programa de reabilitação de drogas?
3- Alguma vez participou num grupo de cidadãos retornados de Angola cujo lema era "vamos transformar Portugal numa colónia de Angola?"
4- O nome Sampaio Nunes sugere-lhe alguma coisa? 
5- Alguma vez fez um casting para participar num espectáculo do La Feria?
6- Qual o nome do seu padrinho político?

Se PPC souber a resposta a estas perguntas, então podemos concluir que sofre de amnésia selectiva.Só não se recorda de questões relacionadas com dinheiro.
Caso não consiga lembrar-se das respostas, a pelo menos metade destas perguntas, então o caso é mais grave e, provavelmente, não terá condições para continuar a exercer o cargo.

11 comentários:

  1. oh! dirá : - Se fiz, foi sem consciência de que era mal feito...

    ResponderEliminar
  2. Mesmo que respondesse, não teria condições para continuar a exercer o cargo - não as tem há muito tempo...
    (gosto da ironia do post)

    ResponderEliminar
  3. Carlos, desculpa lá, mas isto não é um teste. E a sê-lo, é escusado. Há muito que se sabe que só num país destes é que um fulano da sua estirpe podia chegar a primeiro-ministro.

    ResponderEliminar
  4. Eu diria mesmo que nunca teve a mínima competência para ser pm!

    ResponderEliminar
  5. Clamote, em minha opinião,
    não tem razão
    Para a Angêla, Passos é uma referência
    Não tem memória? Paciência
    (também não se pode se eficiente em tudo, diria ela)

    ResponderEliminar
  6. Caro Carlos
    Benvindo! Parece que recarregou bem as baterias ao regressar em cheio e assertivo como sempre!
    Abraço
    Rodrigo

    ResponderEliminar
  7. obrigada pelo comentário que deixou no meu blogue, gostei muito!
    :)

    ResponderEliminar
  8. Assertivo, como sempre... Mas o Pinóquio de Massamá nunca teve condições para exercer o cargo... É uma fraude no pior sentido do termo.

    ResponderEliminar
  9. Mas agora não há notícias que apontam no sentido de o PM não estar em regime de exclusividade nestes período?
    Em que é que ficamos afinal??

    ResponderEliminar
  10. Só não sei quem é o Sampaio Nunes....
    M.A.A.

    ResponderEliminar
  11. Atrasado como sempre, mas acabo sempre por chegar: excelente!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar